Ônibus com portas nos dois lados começam em 1º de janeiro na EPTG

Faixa reversa na EPTG será eliminada como ônibus novos

Frota é de 160 ônibus. Paradas que estavam sem utilidade passarão a receber os passageiros

ADAMO BAZANI

A partir do dia 1º de janeiro de 2020, entram em circulação no corredor exclusivo da EPTG – Estrada Parque Taguatinga, 160 ônibus novos com portas nos dois lados.

A informação foi confirmada na sexta-feira, 13 de dezembro de 2019, pela Semob – Secretaria de Mobilidade e Transporte do Distrito Federal.

Com isso, finalmente as paradas já construídas, mas que estavam sem uso, passarão a receber passageiros.

Dos 160 ônibus, 46 são da Urbi, 39 foram comprados pela Viação Marechal e 75 são da São José.

De acordo com a gerenciadora, também passarão pela via 47 linhas, sendo 24 com destino à Rodoviária do Plano Piloto, 17 para a W3 Sul e 6 farão o trajeto para a W3 Norte.

O corredor vai receber ainda 11 linhas semiexpressas. Os ônibus só terão portas à direita porque não vão parar no trecho do corredor com as pontos à esquerda.

Com a nova frota com portas dois lados, não haverá mais faixa reversa, que era uma medida emergencial pela qual os coletivos utilizavam a faixa exclusiva no sentido invertido nos horários de pico dos dias úteis, no período de 6h às 9h (sentido Taguatinga-Plano Piloto) e das 17h30  às 19h45 (sentido Plano Piloto-Taguatinga).

Segundo a Semob, atualmente circulam pela EPTG 65 mil passageiros por dia em linhas com destino à Rodoviária do Plano Piloto e W3 Sul e Norte. Com a nova frota e o esquema operacional que vai ser adotado a partir de 01º de janeiro de 2020, a gerenciadora acredita que aproximadamente 56 mil usuários, o equivalente a 86,4% da demanda, devem ser beneficiados. Já as linhas semiexpressas transportam em torno de nove mil passageiros, o equivalente a 13,6%.

De acordo com o Governo Federal, os ônibus com portas dos dois lados são previstos na licitação de 2011.

A Semob informou em nota que até o início de dezembro mais de 250 novos ônibus foram entregues e, a previsão, é que, até o fim do ano, sejam colocados mais 470 ônibus zero quilômetro em circulação, totalizando 728 novos coletivos. O Governo do Distrito Federal ainda promete para 2020, que a renovação some 2.412 veículos, devendo atingir 100% da frota até o final do governo em 2022.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Alvissaras! Meio-século é passado quando o engº Maciej Luba propôs a fabricação de ônibus com porta dos dois lados para facilitar o acesso. A reação foi imediata. Alegava-se que enfraqueceria a estrutura do veículo. O objetivo de “manobrabilidade” do veículo ( parada à direita ou a esquerda da via ) foi ignorado. Em Paris, no século passado, isto era conseguido com uma espécie de varanda na traseira do veículo (década de 1960). Mas o sistema de cobrança da passagem era, então. bem diferente dos atuais. Era similar ao dos bondes no Brasil.Rogerio Belda SP

    1. Dani Bornin disse:

      Rogério, quem é o Maciej Luba? Tenho um conhecido com esse nome.

  2. Irlan disse:

    Depois de 9 anos que a faixa central de ônibus da EPTG ficou pronta é que vão entrar em operação os tais ônibus com portas dos 2 lados e ainda tem o detalhe de que metade das paradas dessa faixa central foram arrebentadas por vândalos

Deixe uma resposta para Dani Bornin Cancelar resposta