Sistema de aluguel de bicicletas de Porto Alegre registra recorde de viagens em novembro

Publicado em: 12 de dezembro de 2019

Porto Alegre conta com 41 estações, localizadas em pontos diversos. Foto: Brayan Martins / PMPA.

Ao todo, foram 91.931 usos no mês, número 23% maior que mesmo período de 2018

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, informou em nota que o sistema de bicicletas de aluguel, BikePOA, registrou um recorde de viagens em novembro deste ano.

Ao todo, foram 91.931 viagens com as chamadas laranjinhas pelas ruas de Porto Alegre em novembro. Comparado ao mesmo período de 2018, com 75 mil viagens, o aumento é de 23%. Os dados são da Tembici, operadora do sistema.

Outubro também registrou um aumento, com 75 mil viagens, 11% a mais do que no mesmo período do ano passado, conforme divulgado pela Prefeitura.

“Estamos qualificando, cada vez mais, a infraestrutura viária para proporcionar mais segurança aos ciclistas. Isso vai ao encontro de um pedido do prefeito Nelson Marchezan Júnior para incentivar modais alternativos e melhorar a mobilidade da cidade. Esses números comprovam o acerto da gestão em implantar experiências que já foram positivas em outras cidades do mundo”, disse o secretário Extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello.

Porto Alegre conta atualmente com 41 estações, localizadas em pontos diversos, com 410 bicicletas disponibilizadas para a população, com apoio do Itaú Unibanco.

Para mais informações e cadastro no BikePOA, é preciso acessar o site BikeItau do projeto ou fazer o download do aplicativo Bike Itaú na Apple Store ou Google Play.

“Quando começamos, muitas pessoas não acreditavam que seria possível a bicicleta ser adotada como meio de transporte diário nas nossas cidades. O que vemos hoje, quase dez anos depois, é que a bike já faz parte do ir e vir de muitas pessoas, especialmente em Porto Alegre, onde os números de utilização têm se superado a cada mês”, afirmou o CEO da Tembici, Tomás Martins.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta