Condenados em regime aberto, semiaberto e liberdade condicional terão gratuidade nos ônibus de Fortaleza

Publicado em: 6 de dezembro de 2019

A decisão, segundo o Tribunal de Justiça, beneficiará somente aqueles que apresentarem situação de extrema vulnerabilidade. Foto: Nely Rosa.

Convênio para garantir medida já foi assinado, mas prazo ainda não foi definido

JESSICA MARQUES

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Washington Araújo, e o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus), Dimas Barreira, assinaram um convênio para garantir gratuidade em passagens de ônibus de Fortaleza, no Ceará, para condenados que estão nos regimes aberto, semiaberto e liberdade condicional.

A decisão, segundo o Tribunal de Justiça, beneficiará somente aqueles que apresentarem situação de extrema vulnerabilidade. A assinatura do convênio ocorreu nesta quarta-feira, 04 de dezembro de 2019, na sede do Tribunal, mas não foi divulgado prazo em que a medida entra em vigor.

“O convênio tem um aspecto social muito importante, pois vai de encontro à visão negativa que algumas pessoas têm dos egressos e apenados”, afirmou o presidente da Corte.

Conforme o documento, a parceria auxiliará nas exigências próprias do regime estabelecido, para atividades de ressocialização do preso e do egresso, no deslocamento de cursos de Ensino Fundamental e Médio e demais atividades que objetivam a capacitação e integração deles à sociedade.

“O Sindiônibus fica feliz em poder participar desse programa que visa ajudar as pessoas do Sistema Penitenciário a mudarem sua condição e não precisarem mais voltar”, disse o presidente do Sindicato, Dimas Barreira.

Também compareceram ao ato os juízes das Varas de Execução Penal da Comarca de Fortaleza, Luis Bessa Neto (1ª Vara), Luciana Teixeira (2ª Vara) e Cézar Belmino (3ª Vara).

Os magistrados acompanham os projetos de ressocialização de presos no Ceará, a exemplo do programa “Um Novo Tempo”.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Raphael disse:

    Uma decisão no mínimo insensata. Quem vai pagar essas passagens “gratuitas”? A população que usa o ônibus? Rouba e ainda tem benefícios de gratuidade? Piada isso.

  2. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Kkkkkkkkkkkk Não acredito que isso acontece no Estado do Ceará! Mais uma vez é o povo que vai ter que pagar essas passagens! Espero que aqui em SAMPACITY E ESTADO TODO DE SP NÃO NOS VENHAM COM ESSAS! JÁ não basta tudo de ruim que se faz nos Três Poderes e nesses últimos Executivos Municipais, Estaduais e Federais ??? Olha o que o “exterminador de bandidos” esta fazendo com o Brasil?? Agravando uma coisa que JÁ vinha péssima desde 2.012…! Absurdo isso! O povo decente do Estado do Ceará não merece isso não! “…Aí égua!!!…” Padinho Cisso ” Rogai por eles e por nos!

  3. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    E depois alguns idiotas da “direita” Fascista atual acusam Papas, Arcebispos e Sacerdotes e até Freiras de serem ” Comunistas” por se importarem demais com os pobres antes até de eles caírem no Crime! Isso que esse Juiz faz é ASSISTENCIALISMO! To desempregado sem registro em CTPS desde 2.012… peço carona as vezes… mas isso…ninguém faz por nos aqui em SP/SP ! E nem no âmbito da SMT /EMTU… PALHAÇADA ! Coisa de PTRALHAS!

  4. Realmente este não é um Pais sério – porque o Judiciário não assume o custo de tal benesse ??
    Dias destes numa sessão da Câmara
    Federal – os nobre deputados – ouviram e cantaram o hino do Flamengo (nada contra o time) – mas……….

  5. Alfredo disse:

    Quantos desses presos não participaram da queima de dezenas de ônibus no começo do ano, novamente quem é honesto e paga seus impostos em dia vai pagar a passagem de delinquentes, por isso o Brasil nunca vai ser um país desenvolvido como os EUA, que não dão mole para ladrão

  6. Peter Teixeira disse:

    É uma vergonha uma situação dessa, quem fez e aprovou um projeto desse só pode ser bandido, por isso que o Brasil não conserta, aqui se você quiser ter direitos é só virar bandido, eles deveriam pagar era o dobro da tarifa por serem condenados, devemos valorizar as pessoas de bem, que trabalham de sol a sol e não condenados que preferiram agir criminalmente, país da inversão de valores, é uma vergonha isso.

  7. Ainda bem que é por lá,,,,aki não ! Tristes cearenses

  8. Rogerio Belda disse:

    A cadeia não é só para punir. É também para educar. A propósito de queima de ônibus: No século passado era comum queimarem trens de passageiro urbanos. Isto foi resolvido, excluíndo na fabricação o uso de material fungível ( inflamável ) e acabou o problema !… Porem, em ônibus é bem mais difícil usar tal solução tecnológica, porque estes veículos necessitam ser mais leves [O que não é o caso de trens] Belda

  9. Josiane Goes disse:

    Meu Deus, o povo que não comete crime mal consegue pagar a própria passagem para ir ao trabalho, e o condenado pela justiça que lesou alguém de alguma forma , tem isenção de passagem ,isso é uma absurdo uma covardia , uma insanidade, um tapa na cara de todos nós, isso mostra que esse país é o país da falta de caráter.

Deixe uma resposta