Vendas de ônibus usados têm alta de quase 10% e superam 46 mil unidades

Publicado em: 5 de dezembro de 2019
ônibus usado

Ônibus usados de sistemas maiores são aproveitados por companhias de ônibus em todo o País.

Dados são da Fenabrave. Mercado de coletivos usados é quase o dobro do de novos, que registrou 24.759 unidades entre janeiro e novembro

ADAMO BAZANI

As vendas de ônibus usados cresceram 9,24% entre janeiro e novembro de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado, aponta a Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores.

O volume foi de 46.955 unidades em 2019 ante 42.985 ônibus usados em 2018.

O número é quase o dobro as vendas de ônibus novos, que ainda segundo a Fenabrave, entre janeiro e novembro somou 24.759 unidades.

Proporcionalmente, entretanto, as vendas de novos cresceram bem mais que a de usados: 41,39%

Relembre matéria exclusiva sobre os ônibus novos do Diário do Transporte:

https://diariodotransporte.com.br/2019/12/02/vendas-de-onibus-acumulam-alta-de-4139-entre-janeiro-e-novembro-diz-fenabrave/

Os dados indicam que as empresas de ônibus têm renovado suas frotas com veículos 0 km, mas que uma quantidade significativa de viações de menor porte ou com maiores dificuldades financeiras têm reduzido a idade média de seus veículos com modelos usados.

Sistemas como do Rio de Janeiro, com o fechamento de algumas empresas, de Curitiba e Goiânia, com o aquecimento das renovações, e de São Paulo, pelo volume tradicional, estão entre os mercados que mais venderam ônibus para sistemas menores.

Os números da Fenabrave não contabilizam as vendas de ônibus baixados para sucatas ou acervos históricos.

MARCAS:

Em relação a marcas, o ranking de usados é bem semelhante ao de novos, com Mercedes-Benz em primeiro lugar com 57,26%, seguida de Volkswagen (17,05%) e Volare, da Marcopolo, que vende os miniônibus montados, com 16,8%

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta