EMTU cria plano emergencial por causa de interdição da Ponte dos Barreiros, em São Vicente

Publicado em: 4 de dezembro de 2019

Laudo apontou problemas de estrutura na ponte. Foto: Cesar Morgado/Prefeitura de São Vicente

Foram criadas três linhas com partidas dos bairros Humaitá, Parque Continental e Gleba II, na Área Continental de São Vicente

ADAMO BAZANI

A EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos informou que entra em operação nesta quinta-feira, 05 de dezembro de 2019, um plano emergencial para atender os moradores de São Vicente, no litoral paulista, afetados pela interdição da Ponte dos Barreiros, que ocorreu por determinação da Justiça.

Passam a funcionar três linhas com partidas dos bairros Humaitá, Parque Continental e Gleba II, na Área Continental de São Vicente.

As linhas têm os seguintes prefixos de identificação: 942EX1, 939EX1 e 948EX1. A tarifa é de R$ 4,75

Os ônibus irão até a cabeceira da ponte. Os passageiros vão receber uma senha e então atravessam a pé (a circulação e pedestres está liberada). No outro lado da ponte, é possível embarcar em um das dez linhas sem pagar nova tarifa.

Em nota, a EMTU traz a relação destas dez linhas e como deve ser o procedimento pelo passageiro.

  • 908 Ponte dos Barreiros/Santos, via Praias e Nossa Sra. de Fátima

 

  • 928 Ponte dos Barreiros/Tude Bastos

 

  • 932EX1 Ponte dos Barreiros/Santos (Paquetá)

 

  • 940EX1 Ponte dos Barreiros/Santos  (Ponta da Praia), via Afonso Pena

 

  • 943 Gleba II / Santos (Ponta da Praia), via Praias (desvio Praia Grande)

 

  • 943EX1 Ponte dos Barreiros/Santos (Ponta da Praia), via Praias

 

  • 945EX1 Ponte dos Barreiros/Cubatão (Usiminas)

 

  • 947EX1 Ponte dos Barreiros/Santos (Ponta da Praia), via N. Sra. Fátima

 

  • 948 Gleba II / Santos (Ponta da Praia), via N. Sra. Fátima (desvio Praia Grande)

 

  • 948DV1 Gleba II / Santos (Ponta da Praia), via N. Sra. Fátima e Universidades (desvio Praia Grande)

 

Na volta o passageiro receberá outra senha para embarcar no outro lado ponte.

A baldeação para o VLT deverá ser feita com o BRCard.

 

Bairro Humaitá

 

A nova linha 942EX1 Humaitá – Ponte dos Barreiros será integrada com as dez linhas metropolitanas, após a travessia da ponte.

 

A linha 933 São Vicente (Humaitá) / Santos (Paquetá) está operando com reforço de três ônibus para transportar os passageiros que optaram por esse serviço com a interdição da ponte.

 

Nesse bairro serão mantidas a operação das linhas 914, 933, 933DV1, 950, 942 e 947. As duas últimas estão sendo desviadas pela Praia Grande para atender aqueles que não desejam atravessar a ponte a pé.

 

O trajeto da linha 937 será alterado do bairro Samaritá para o Humaitá, ampliando o atendimento aos moradores da Área Continental. Esses passageiros poderão fazer a integração, por meio do BRCard, com as linhas municipais  de Praia Grande (Terminal Tatico)  e com  as metropolitanas  que têm como destino  Santos, São Vicente e Cubatão. A integração também poderá ser feita  ao lado do terminal com a linha 927 para chegar  na Ponta da Praia, em Santos.

 

Parque Continental

 

Foi criada a linha 939EX1 Parque Continental – Ponte dos Barreiros para levar os passageiros até a cabeceira da ponte, onde poderão fazer a travessia.

 

Os serviços 933BI1, 950, 939 e 939DV1 continuarão a atender o bairro. Os dois últimos estão sendo desviados pela Praia Grande.

 

Gleba II

 

Para os passageiros do Gleba II, foi criada a linha 948EX1 Gleba II – Ponte dos Barreiros. Do outro lado da ponte, poderão fazer integração com as dez linhas que partem da área insular de São Vicente, por meio de senha.

 

Pelo bairro continuarão a circular as linhas 913, 948DV1. Os serviços 943 e 948 também continuarão a atender a região e estão sendo desviados pela Praia Grande.

 

Vila Ema

 

O bairro Vila Ema será também atendido de passagem pelo serviço 948 EX1 Gleba II/ Ponte dos Barreiros para atender os moradores que quiserem atravessar a ponte a pé.

 

Para quem quiser chegar em Santos com os serviços que estão sendo desviados por Praia Grande devem utilizar as linhas 943, 948, 948DV1, além das linhas 937 e 950.

 

Rio Branco e Quarentenário

 

Os bairros Parque das Bandeiras e Quarentenário, de maior concentração de demanda, serão atendidos pelas as novas linhas 942EX1 e 939EX1 para chegar na cabeceira da ponte.

 

Esses bairros continuarão a ser atendidos pelas linhas 937, 939 950, 942 e 947. As três últimas estão com desvio pela Praia Grande para quem não quiser atravessar a ponte a pé.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Roberto Caramonete Valcarcel disse:

    Basta colocar em funcionamento a ponte via férrea ao lado colocando assoalho de prancha de viga igual ponte pensil pintura da ponte e colicar semáforo com fila nos dois sentidos e tudo volta ao normal bicicletas e pedestres pela ponte interditada.

  2. Janathan disse:

    Qual o horário de funcionamento

  3. Israel disse:

    Quando esse pesadelo irá acabar e essa ponte ser reformada. Vai precisar alguém perder a vida nessa travessia para se mexerem de maneira mais efetiva?

Deixe uma resposta