Gestão Bruno Covas promete responder sugestões sobre 38 km faixas de ônibus em dezembro

Mesmo à direita e com o compartilhamento com táxis, faixas ajudam velocidade dos ônibus aumentar. Foto: Arquivo

Prefeitura diz que novos espaços serão implantados até o final de 2020 e, se houver exclusão de algum trecho, outra faixa vai substituir

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Paulo prometeu nesta segunda-feira, 25 de novembro de 2019, que ao longo do mês de dezembro vai publicar as respostas das críticas e sugestões apresentadas nas audiências públicas sobre os 38 km de faixas para ônibus que a gestão quer implantar até o fim de 2020.

As respostas vão ser publicadas no site da SMT – Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e enviadas para o e-mail de quem fez a sugestão.

Nos dias 13, 18, 21 e 22 de novembro foram realizadas audiências públicas para apresentar os projetos de novas faixas nas Subprefeituras de Pirituba, Butantã, Campo Limpo e Vila Prudente.

Segundo a SMT, “foi a primeira vez que a população de São Paulo foi ouvida sobre a implantação de faixas de ônibus de forma ampla e participativa.”

A prefeitura diz que pode fazer alterações dos projetos iniciais com base nas sugestões.

550 km de faixas:

Por meio de nota, a SMT reforçou a promessa da gestão de implantar até o fim do ano de 2020, 38 km de faixas para ônibus, o que elevaria o total deste tipo de espaço dos atuais 512 km para 550 km.

As faixas não são exclusivas, já que os ônibus dividem espaços com os táxis e cedem vez para conversões à direita, mas mesmo assim, podem ampliar a velocidade dos coletivos já que os carros comuns não podem trafegar por estes espaços.

A maior parte das faixas, cerca de 400 km, foi implantada ainda na gestão Fernando Haddad (2013/2016).

A gestão Bruno Covas diz que se algum trecho do projeto atual não receber mais faixa por alguma mudança, será implantada uma faixa em outro lugar com a extensão proporcional.

Nas vias onde devem ser implantadas as novas faixas, passam em média, segundo a secretaria de Mobilidade e Transportes, em torno de 320 mil passageiros, sendo 79.200 na região central, 43.500 na zona norte, 31.800 na região leste, 73.700 na zona sul e 91.800 na oeste.

Já em relação aos corredores, a meta de 72 km de espaços exclusivos anunciada por João Doria em 2017, quando assumiu a prefeitura, foi reduzida pelo sucessor, Bruno Covas, para 9,4 km por questões orçamentárias. João Doria deixou a prefeitura em abril e 2018 para as eleições estaduais.

A cidade de São Paulo hoje tem apenas 144 km de corredores exclusivos para ônibus, dos quais 129 km foram implantados pela Prefeitura e 15 km pelo Governo Estadual ao longo de várias gestões. O número é considerado pequeno para uma frota de quase 14 mil ônibus que percorrem em torno de 4,5 mil km de vias.

Confira os locais onde devem ser implantados os 38 km de novas faixas de ônibus:

Centro

Rua da Cantareira

Rua Conselheiro Furtado

Rua São Caetano / Rua Monsenhor Andrade

Rua Oriente

Rua Barão de Ladário

Rua Miller

Largo da Concórdia / Viaduto do Gasômetro

Rua do Gasômetro

 

Norte

Avenida Deputado Cantídio Sampaio

Avenida Fiorelli Peccicaco

Avenida Raimundo Pereira de Magalhães

Avenida Mutinga

 

Leste

Rua São Teodoro

Avenida Pires do Rio

Avenida Sapopemba

Avenida Luiz Ferreira da Silva (binário com a Av. Sapopemba)

 

Sul

Avenida Yervant Kissajikian

Avenida Carlos Lacerda

Estrada das Lágrimas e ruas Alencar Araripe e Caripurá

(implantação de mão única / binário)

Rua Salvador Simões

Rua Gentil de Moura

 

Oeste

Avenida Ministro Laudo Ferreira de Camargo

Avenida Luciano Laurana

Rua Sumidouro

Rodovia Raposo Tavares

 

As ações foram definidas pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT), em parceria com a São Paulo Transporte (SPTrans) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

 

Serviço:

Confira as datas e endereços dos locais das audiências:

Leste e centro

Quando: 13 de novembro

Onde: Subprefeitura de Vila Prudente

Avenida do Oratório, nº 172 – Jardim Independência

Sul

Quando: 18 de novembro

Onde: Subprefeitura do Campo Limpo

Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, nº 59 – Campo Limpo

Oeste

Quando: 21 de novembro

Onde: Subprefeitura do Butantã

Rua Dr. Ulpiano da Costa Manso, nº 201 – Jardim Peri Peri

Norte

Quando: 22 de novembro

Onde: Subprefeitura de Pirituba

Rua Luís Carneiro, nº 193 – Vila Barreto

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    E aí pergunto: Cadê os Vereadores da Área 2 ?! Cachoeirinha, Tucuruvi, Jaçanã, Vila Maria, Limão… e etc… Cadê os Líderes Comunitários e afins…?! Vamos sempre ficando no ostracismo… Eita Zona Norte Área 2 esquecida! Aff!

  2. Alfredo disse:

    Não adianta fazer a faixa e não fiscalizar, Avenida Aricanduva tem ,está em muitos lugares apagada e os radares são poucos, o que facilita a vida dos infratores, nem CET, Sptrans, Polícia Militar do Trânsito ou GCM fazem fiscalização no local, que virou terra de ninguém

  3. Tiago disse:

    Rua Salvador Simões não precisa.
    Na Gentil de Moura tem que ser pensado na subida vindo da av Nazaré até a estação ou um ponto acima.
    Talvez só em alguns horários críticos, nada radical.

  4. Pedro disse:

    Para quem a prefeitura trabalha não querem corredores de ônibus, o Doria prometeu 72 Km não entregou nada, e virou governado, aqui em SP funciona assim, quanto pior for o prefeito para o povo, melhor para se candidatar

Deixe uma resposta para JOSE LUIZ VILLAR COEDO Cancelar resposta