Prefeitura de Belém insere linhas de ônibus ao Sistema BRT gradualmente

Publicado em: 21 de novembro de 2019

Estações Império Amazônico, Tuna Luso, Bosque e Humaitá foram ativadas, possibilitando aos usuários mais opções de embarque e desembarque. Foto: Divulgação.

Integração com itinerários municipais também ocorre aos poucos, segundo a administração municipal

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Belém, no Pará, informou por meio de nota que as linhas de ônibus da cidade estão sendo inseridas gradualmente ao Sistema BRT. A explicação foi dada por meio de nota pelo titular da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB), Gilberto Barbosa.

“Desde o início, a implantação do Sistema BRT e a integração com as linhas de ônibus municipais vêm ocorrendo aos poucos para que a população possa, primeiramente, entender e se acostumar com este novo modelo de circulação proposto pela Prefeitura de Belém e só então ampliamos a oferta de ônibus”, disse o superintendente.

Nesta semana, a Prefeitura de Belém iniciou uma nova fase de integração no Terminal Maracacuera com as linhas de ônibus que atendem o distrito de Outeiro.

Além da linha Águas Negras – São Brás, que foi transformada em linha alimentadora logo no primeiro dia de funcionamento do terminal, as linhas Outeiro/Itaiteua – São Brás e Fama/Fidélis – São Brás começaram a integração logo na primeira semana de funcionamento do terminal.

Desde segunda-feira, 18 de novembro de 2019, a linha Outeiro/Brasília – São Brás também passou a integrar o Sistema BRT Bus Rapid Transit (BRT Belém).

As estações Império Amazônico, Tuna Luso, Bosque e Humaitá também foram ativadas, possibilitando aos usuários mais opções de embarque e desembarque. Dessa forma todas as estações ao longo das avenidas Augusto Montenegro e Almirante Barroso já estão disponíveis aos passageiros.

Barbosa informou, ainda, que a programação inicial previa que até o final do mês de novembro todas as linhas de ônibus que possuem rota em Outeiro deveriam se transformar em linhas alimentadoras, ou seja, saindo do ponto de origem até o Terminal Maracacuera e de lá retornando, não mais seguindo até São Brás ou ao centro de Belém.

“O usuário que estiver em uma dessas linhas alimentadoras fará a integração no Terminal Maracacuera, podendo embarcar nos ônibus do BRT ou nas linhas troncais. O mesmo vale para o sentido inverso, com o usuário fazendo o transbordo de uma linha troncal ou da linha BRT para as linhas alimentadoras que seguirão até os bairros”, explicou.

Confira os detalhes de funcionamento do Sistema BRT, divulgados pela Prefeitura:

A partir da integração da linha Outeiro/Brasília – São Brás, o Sistema BRT passa a contar com terminais e estações funcionando em horário diferenciado: a partir das 5h até as 23h30 de segunda-feira a sábado para atender as linhas troncais. Já os ônibus articulados do BRT continuam operando de 6h até as 20h.

O Terminal Mangueirão também inicia o funcionamento a partir das 6h, pois nesta etapa as linhas troncais não acessarão o Terminal Mangueirão, garantindo mais velocidade a quem fez o embarque nos terminais Maracacuera e Tapanã. Com isso, além dos nove ônibus do BRT, 20 veículos padron da linha troncal entram em operação para atender a população.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta