Rodízio de veículos na capital paulista não vigora na quarta-feira

Publicado em: 18 de novembro de 2019

Rodízio municipal será retomado na quinta-feira, 21, a partir das 7h. Foto: Adamo Bazani.

Motivo é feriado do Dia da Consciência Negra

JESSICA MARQUES

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes informou, em nota, que o Rodízio Municipal de Veículos não vigora nesta quarta-feira, 20 de novembro de 2019, feriado do Dia da Consciência Negra, inclusive para veículos pesados (caminhões).

Além disso, por conta do feriado não vigoram, também, a Zona de Máxima Restrição de Circulação (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição de Fretamento (ZMRF).

O rodízio municipal será retomado na quinta-feira, 21, a partir das 7h, para veículos com placas finais 7 e 8, conforme informado pela Secretaria, em nota.

Zona Azul

O serviço de estacionamento rotativo (Zona Azul) irá operar conforme sinalização existente; os horários de ativação estão dispostos nas placas de regulamentação de cada local, de acordo com a pasta.

Faixas Exclusivas

Conforme a Portaria nº 083/16-SMT, fica permitida a circulação de veículos particulares, da 0h00 do feriado às 4h00 do dia seguinte, em todas as faixas exclusivas de ônibus à esquerda e à direita, além dos Corredores Exclusivos de Ônibus a seguir:

·         Pirituba / Lapa / Centro

·         Inajar / Rio Branco / Centro

·         Campo Limpo /Rebouças/ Centro

·         Santo Amaro / Nove de Julho / Centro

·         Jardim Ângela / Guarapiranga / Santo Amaro

·         Vereador José Diniz / Ibirapuera

·         Parelheiros / Rio Bonito / Santo Amaro

·         Itapecerica / João Dias / Santo Amaro

·         Paes de Barros

·         Cidade Jardim /Nove de Julho

·         Berrini

·         Cupecê / João de Luca / Vicente Rao / Roque Petroni

 A liberação não se aplica às faixas exclusivas de ônibus ativadas como medida operacional, segundo a Prefeitura. 

Para informações de trânsito, ocorrências, reclamações, remoções e sugestões, ligue, acesse o site ou baixe o aplicativo SP156. O atendimento é 24 horas.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta