Prefeitura de São Paulo autoriza ‘Bandeira 3’ para táxi, com acréscimo de 30% sobre a ‘2’

Publicado em: 6 de novembro de 2019

Para utilizar a Bandeira 3, o taxista obrigatoriamente deve avisar ao passageiro antes do início da corrida. Foto: Divulgação.

Tarifa será aplicada nas saídas de grandes eventos

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, publicou nesta quarta-feira, 06 de novembro de 2019, no Diário Oficial da Cidade, uma portaria que institui a tarifa “Bandeira 3”, a ser utilizada por todas as modalidades do serviço de táxi.

A tarifa corresponde ao acréscimo de 30% na tarifa quilométrica sobre o valor cobrado na Bandeira 2. A medida atende a uma demanda da categoria, segundo a administração municipal.

Segundo a portaria, a bandeira só poderá ser aplicada em viagens iniciadas na saída de grandes eventos, como espetáculos, feiras, congressos, eventos esportivos e eventos oficiais da cidade que forem previamente cadastrados no Departamento de Transportes Públicos (DTP).

Para utilizar a Bandeira 3, o taxista obrigatoriamente deve avisar ao passageiro antes do início da corrida para que ele decida se quer fazer a viagem.

“Por exemplo, em uma corrida cujo valor marcado no taxímetro seja de R$ 20,50 na Bandeira 2, o valor a pagar será de R$ 24,58 na Bandeira 3. Vale ressaltar que tanto a Bandeira 2 quanto a Bandeira 3 (acréscimo de 30% na tarifa quilométrica sobre o valor cobrado na Bandeira 2) são de uso opcional do taxista”, informou a Prefeitura, em nota.

Cada motorista deverá portar duas tabelas de preços, sendo uma delas afixada no vidro lateral esquerdo traseiro do veículo e outra para informação ao passageiro no momento da cobrança.

“É importante esclarecer que os taxistas de todas as categorias ficam obrigados a realizar a verificação dos taxímetros, feita pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo — IPEM. Durante o prazo para vistoria estabelecido pelo órgão, fica provisoriamente autorizada a cobrança das tarifas dos táxis das categorias Comum, Comum-Rádio, Especial e Luxo de acordo com a tabela de preços elaborada pelo DTP e publicada no Diário Oficial. Caso o taxista não verifique seu taxímetro no prazo determinado pelo IPEM, estará sujeito à fiscalização e sanções do DTP”, informou também a Prefeitura.

TARIFAS

Bandeira 1 (das 6h às 20h, de segunda a sábado) – R$ 4,50 mais a tarifa de R$ 2,75 por quilômetro rodado;

Bandeira 2 (das 20h às 6h, de segunda a sábado, e o dia todo aos domingos) – Acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa quilométrica;

Bandeira 3 (viagens iniciadas em grandes eventos previamente cadastrados no DTP) — Acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa da Bandeira 2.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta