Assembleia de rodoviários em Blumenau descarta greve no transporte coletivo

Publicado em: 4 de novembro de 2019

Foto: Facebook / Sindetranscol

Em duas votações, uma pela manhã e outra à tarde, trabalhadores decidiram que retomarão negociações com a BluMob

 ALEXANDRE PELEGI

Negociação ao invés de greve.

Essa foi a decisão dos trabalhadores do transporte coletivo de Blumenau, em Santa Catarina, após duas reuniões nesta segunda-feira, 04 de novembro de 2019.

De maneira unânime, as reuniões que compuseram a assembleia de motoristas e cobradores definiram por retomar as negociações com a BluMob, concessionária dos serviços de transporte do município.

Com a data-base fixada em 1º de novembro, os rodoviários seguem reivindicando pontos como o reajuste de 5% no salário e aumento de 10% no tíquete alimentação. A BluMob se nega a qualquer aumento salarial, afirmando que para isso seria preciso aumentar4 a tarifa em R$ 0,22.

Além disso, a categoria discute também outros pontos, como a mudança da data-base da categoria, atualmente em 1º de novembro, a mudança do nome de “cobradores de ônibus” para “agentes de bordo” e melhorias nas condições de trabalho, propondo a pavimentação do pátio de ônibus do terminal Aterro.

Na manhã de quinta-feira passada, 31 de outubro, os motoristas fizeram uma paralisação nas primeiras horas da manhã. Foi um aviso, segundo eles, queixando-se que a BluMob recusava-se a conversar

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo de Blumenau (Sindetranscol), que representa a categoria, promete agora que vai insistir nas negociações.

Em mensagem em sua página do Facebook a entidade sindical afirma que na Assembleia da categoria hoje “ficou clara a sensação de indignação e repúdio à conduta da empresa Piracicabana/Blumob“, e que a categoria decidiu pela continuidade da campanha salarial, sem aceitação de nenhuma das posições da empresa e adiar o debate previsto sobre a aprovação de greve ou novas paralisações.

O Sindicato continuará defendendo a necessidade de mobilização e luta para enfrentar o desrespeito, a enrolação e as mentiras dos administradores da Piracicabana, embora, também acredite numa negociação justa e possível“, conclui o comunicado.

BLUMOB, MESMO GRUPO DA VIAÇÃO PIRACICABANA

Como mostrou o Diário do Transporte em fevereiro de 2017, a Viação Piracicabana decidiu adotar o nome BluMob quando assumiu o transporte coletivo na cidade catarinense, em julho de 2017, de acordo com o novo contrato de licitação homologado pela prefeitura.

Como não houve concorrência na licitação, a empresa do Grupo Comporte, da família de Constantino Oliveira, conseguiu emplacar a maior tarifa permitida e pagou a menor outorga, de R$ 5 milhões.

Para assumir o contrato, a empresa teve de fazer um registro na Junta Comercial de Santa Catarina, como SPE – Sociedade de Propósito Específico.  Assim, a denominação passou a ser BluMob Concessionária de Transporte Urbano de Blumenau SPE Ltda. desde março de 2017. Relembre: Piracicabana vai adotar o nome BluMob em Blumenau

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Deixe uma resposta