Fiscais aplicam 127 autuações e removem 17 vans no Rio de Janeiro

Veículos piratas e operando sem autorização da Prefeitura foram removidos. Foto: Divulgação.

Fiscalização foi realizada em diversos bairros da capital

JESSICA MARQUES

Fiscais aplicaram 127 autuações e removeram 17 vans no Rio de Janeiro, nesta semana. A ação foi realizada por agentes da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar (CETC), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), nesta semana.

A fiscalização foi realizada em diversos bairros e resultou na remoção de 17 vans e kombis, das quais quatro  piratas.

Em Campo Grande, seis motoristas de vans foram flagrados executando o serviço sem autorização da Prefeitura. Por isso, os veículos foram removidos.

Outras multas como lotação excedente, vistoria fora do prazo e manusear o celular ao volante também foram aplicadas. As equipes realizaram ações em Jacarepaguá, Taquara, Bangu, Guaratiba, Santa Cruz, Ilha do Governador, Bonsucesso, Barra da Tijuca, Padre Miguel, Olaria, Paciência, Cachambi, São Cristóvão, Curicica e Senador Vasconcelos.

OPERAÇÕES

As operações da CETC ocorrem diariamente e são planejadas pela equipe com base em informações via 1746 e do setor de inteligência, obedecendo à especificidade de cada região.

A coordenadoria também informou, em nota, que montou um esquema especial para atuar no primeiro fim de semana do Rock in Rio.

As equipes se posicionaram em pontos estratégicos e aplicaram 181 autuações, que resultaram em 16 remoções de vans (nove piratas). Nesta quinta-feira, 03 de outubro de 2019, as equipes reiniciam o esquema especial para o evento.

“As ações visam oferecer mais segurança na mobilidade dos usuários do transporte complementar, fiscalizar os serviços prestados e reprimir o transporte ilegal realizado por vans piratas. A CETC destaca a importância da população no registro de denúncias, que são anônimas, e podem ser realizadas por meio da central 1746 em posse da placa, data, horário e local  com o objetivo de auxiliar no planejamento das ações”, informou o órgão, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta