Biometria facial no transporte público de Araras entra em vigor

Nesta semana, 100% da frota contará com o sistema de reconhecimento. Foto: Divulgação / Prefeitura de Araras.

Passageiros que não estiverem cadastrados terão cartão com benefício bloqueado

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Araras, no estado de São Paulo, informou que a biometria facial no transporte público já está em vigor. O TCA (Serviço Municipal de Transportes Coletivos de Araras) informou que, nesta semana, 100% da frota contará com o sistema de reconhecimento.

Segundo informações da Prefeitura, o objetivo da implantação deste sistema é identificar fraudes no uso do cartão de acesso ao transporte público de usuários com algum tipo de gratuidade, parcial ou integral.

Os usuários que ainda não estiverem cadastrados no sistema terão o benefício automaticamente bloqueado, segundo a Prefeitura. O cadastramento segue no Terminal Urbano, que fica na Avenida Dona Renata, 5.050, no Jardim Belvedere, com atendimento ao público de segunda a sexta-feira, das 6h15 às 18h.

“O novo sistema de cobrança das passagens já está valendo. O pessoal que ainda não se regularizou corre o risco de, na hora de pagar a passagem, o cartão não passar e ter que realizar o pagamento no dinheiro. Por esse motivo, os passageiros devem se cadastrar. Não haverá bloqueio do usuário, e sim do cartão”, comentou o presidente Executivo do TCA, Élcio Rodrigues Jr, em nota.

Outras informações sobre o cadastramento de biometria facial podem ser obtidas pelos telefones 3543-3558 (Terminal Urbano) e 3543-1820 (Rodoviária Padre João Modesti).

Quem precisa comparecer ao guichê para recadastramento

– idosos, aposentados, deficientes

– estudantes de escolas particulares

– funcionários públicos municipais

– usuários do Passe Atleta

Observações:

– Estudantes de escolas públicas – Não precisam ir ao guichê do Terminal. O TCA já finalizou o cadastramento nas escolas

– Vale-Transporte/empresas – O funcionário precisa se informar no RH da própria empresa

– Usuário comum com cartão – Não precisa fazer o recadastramento, mas deve comparecer ao guichê do Terminal só para trocar o cartão.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta