ViaQuatro finaliza a primeira troca de trilhos na Linha 4-Amarela

Substituição dos trilhos ocorreu no trecho entre as estações Paulista e República. Foto: Divulgação.

Procedimento é realizado a cada dez anos

JESSICA MARQUES

A ViaQuatro, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 4-Amarela de metrô de São Paulo, informou que concluiu a primeira troca de trilhos da linha.

O procedimento é realizado a cada 10 anos, em média, devido a eventuais desgastes apresentados pelos trilhos. A substituição dos trilhos ocorreu no trecho entre as estações Paulista e República.

As obras, iniciadas em agosto, foram feitas em quatro madrugadas diferentes, sendo a última no sábado, 21 de setembro de 2019. Ao todo, foram trocados dois pares de trilhos de 160 metros cada, totalizando 640 metros de trilhos trocados. No dia 21 foi realizada a última etapa do processo.

“Cada trilho é composto por várias barras de 12 metros cada. O preparo dos trilhos é realizado no Pátio Vila Sônia uma semana antes da troca. Na noite que antecede o procedimento, o trilho é colocado na via de uma forma que não atrapalhe a operação”, explicou a ViaQuatro, em nota.

“Também é deslocado até o local mais próximo permitido o caminhão baú, que possui as ferramentas necessárias para a mudança. Por ser tratar de uma liga metálica composta por aço de carbono e metais especiais, o trilho é encaixado nas curvas de forma rápida.”

A troca acontece no intervalo de três horas, e o procedimento tem início assim que a Linha finaliza as operações, à meia noite.

A equipe que realiza a manutenção diária e preventiva é a mesma que realiza as trocas. Para realizar a atividade do último mês foram necessários 30 colaboradores, divididos em três grupos de 10 pessoas cada. Os grupos foram dispostos no início, meio e fim do trilho.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Isso sim e trabalho eficiente, acho a melhor linha do sistema no quesito operação.

Deixe uma resposta