Obras na Avenida Nova Conde da Boa Vista, em Recife, têm previsão de entrega para novembro de 2020

Publicado em: 19 de setembro de 2019

A terceira fase já foi iniciada e deve ser concluída em 120 dias. Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR.

Intervenção inclui floreiras, novas paradas de ônibus, bicicletários, papeleiras e calçadas alargadas

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Recife, em Pernambuco, informou que as obras na Avenida Nova Conde da Boa Vista têm previsão de entrega para novembro de 2020.

A intervenção na via inclui floreiras, novas paradas de ônibus, bicicletários, papeleiras e calçadas alargadas. O investimento total é de R$ 15 milhões.

Acabamos de fazer uma vistoria e pudemos ver muitas modificações importantes, sobretudo para melhorar a situação do pedestre. Todo o projeto urbanístico foi pensado para priorizar as centenas de milhares de pessoas que passam por aqui todos os dias, desde os cruzamentos e travessias que foram mudados, diminuindo assim o tempo de percurso das vias, as novas paradas de ônibus, os bicicletários e todo o mobiliário”, disse o prefeito Geraldo Julio.

Nos trechos contemplados pelas duas etapas já executadas da obra, estão 38 novas floreiras, 15 papeleiras, dois bicicletários, oito novas paradas de ônibus com o total de 35 módulos.

Ao todo a intervenção foi dividida em seis fases, separadas em duas frentes de obra. Já estão prontos os trechos compreendidos entre a Rua da Aurora e a Rua do Hospício; Rua do Hospício e a Rua Gervásio Pires; Rua Gervásio Pires e a Rua José de Alencar; e Rua José de Alencar e a Rua da Soledade (trecho Norte).

A terceira fase já foi iniciada e contempla os trechos entre a Rua José de Alencar e a Rua da Soledade (Sul); Rua da Soledade e a Rua das Ninfas; e Rua das Ninfas a Rua Oswaldo Cruz.

DUAS ESTAÇÕES DE BRT

As obras foram iniciadas em março deste ano. O objetivo, segundo a Prefeitura, é humanizar e priorizar a circulação de pessoas na via. A Conde da Boa Vista tem 1,6 quilômetro de extensão e liga o centro da cidade às zonas Norte e Oeste.

Duas estações de BRT serão construídas no canteiro central, segundo a Prefeitura. O projeto inclui ainda iluminação em LED – com postes específicos para os pedestres; canteiro central ajardinado e floreiras nas calçadas; 90 árvores estão sendo plantadas; as calçadas terão, ao todo, mais de 2.000 m² de ampliação com esquinas alongadas; as paradas de ônibus instaladas nas calçadas são mais modernas e confortáveis.

“A nova Conde da Boa Vista está recebendo ainda bicicletários e os quiosques para o comércio informal, desenvolvido em conjunto com os ambulantes. Rampas e pisos acessíveis, além de nova sinalização nas travessias dos pedestres – também com piso elevado; ilhas de travessia; mais lixeiras e nova programação semafórica, com foco também nos pedestres. Os que caminham na via, inclusive, vão ter mais oportunidades de atravessar com segurança. Hoje, eles têm cinco locais voltados para esse fim e, com o projeto, passarão a ter 13”, informou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta