Veículos clandestinos são removidos durante fiscalização em Maceió

Publicado em: 21 de agosto de 2019

Como medida administrativa, o veículo é recolhido ao pátio do órgão, de onde só será liberado após regularização no município. Foto: Divulgação / SMTT.

Abordagem de 53 condutores resultou em quatro remoções

JESSICA MARQUES

Uma ação de fiscalização resultou na remoção de quatro veículos que prestavam ilegalmente o serviço de transporte remunerado de passageiros em Maceió. Ao todo, 53 condutores foram abordados.

Os trabalhos foram realizados no último final de semana pelo Grupamento de Ações Táticas de Transportes (GATT) da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT).

Os bairros do Jacintinho, Tabuleiro do Martins e Centro receberam a operação. Segundo informações da Prefeitura, os veículos foram removidos de acordo com a Lei Municipal 6.466/2015, que prevê multa de R$ 2.180 para quem fizer o transporte clandestino sem o cadastro na SMTT.

Como medida administrativa, o veículo é recolhido ao pátio do órgão, de onde só será liberado após regularização no município.

“As operações executadas diariamente pelas equipes de fiscalização da SMTT têm o intuito de retirar de circulação os veículos que circulam pelas vias com irregularidades e que, na maioria das vezes, colocam em risco a vida da população. O objetivo é intensificar cada vez mais os trabalhos fiscalizatórios”, disse, em nota, o assessor técnico de Fiscalização de Irregulares da SMTT, Davi Dias.

Ainda durante as abordagens, os agentes de fiscalização da SMTT registraram 38 infrações pelo Código de Trânsito Brasileiro. Entre elas estão o uso indevido do celular enquanto dirige e a prática do estacionamento irregular em locais proibidos pela sinalização, além de transitar pelo passeio público.

A ação fiscalizatória contou com o apoio do Batalhão de Polícia de Trânsito. Qualquer cidadão pode denunciar o transporte irregular de passageiros em Maceió, segundo a Prefeitura. Basta ligar para o número 3315-3590.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta