Ministério Público do Piauí realiza audiência pública para verificar melhorias no transporte coletivo

Publicado em: 10 de julho de 2019

Segundo os moradores, as vans alternativas não estão cumprindo os horários definidos. Foto: Divulgação / MP.

Novo encontro está marcado para setembro, com o mesmo objetivo

JESSICA MARQUES

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 32ª Promotoria de Justiça, especializada em defesa do consumidor, realizou uma audiência pública para verificar se estão sendo realizadas melhorias no transporte coletivo nos Residenciais Bem Viver I e II.

Na ocasião, estiveram presentes, moradores, responsáveis pelas vans que realizam o transporte coletivo na região e um representante da Strans (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito). Um novo encontro está marcado para setembro, com o mesmo objetivo.

Em nota, o MP informou que a promotora de Justiça Graça Monte Teixeira questionou o representante da Strans sobre as melhorias no transporte coletivo que atende os Residenciais.

Segundo os moradores, as vans alternativas não estão cumprindo os horários definidos. O representante da Strans informou que os serviços estão sendo realizados aos poucos e que diante do descumprimento dos horários e desvios nas rotas, todas as linhas percorrerão o mesmo trajeto.

Além disso, segundo o representante, serão adotadas providências cabíveis para solucionar o problema e dentro de 15 dias, a rota dos transportes alternativos que atendem os residenciais será definida e unificada, a fim de evitar falhas na prestação dos serviços de transporte coletivo.

A promotora de Justiça verificou que nas ordens de serviço apresentadas constam apenas a solicitação das placas, sendo necessária também as estruturas físicas das paradas e mencionou ainda o descaso a que os moradores são submetidos, visto que não possuem paradas de ônibus e serviço de transporte realizado de forma efetiva.

Ficou acertado que a partir desta segunda-feira, 08 de julho de 2019, seria implementada a nova rota com todos os horários definidos para a circulação das vans de transporte alternativo que atendem a região dos Residenciais.

O representante da Strans informou que na sexta, 05 de julho, foi enviada à 32ª Promotoria de Justiça a ordem de serviço para a confecção das paradas de ônibus.

“No que diz respeito ao calçamento das ruas, esse serviço depende de outros órgãos do Município, cabendo ao prefeito liberar os recursos dos asfaltamentos das ruas. Será encaminhado o comprovante de solicitação das melhorias nas ruas que circulam as vans. Uma nova audiência foi marcada para o dia 2 de setembro, para verificar se as alterações realizadas produziram melhorias efetivas”, informou o MP, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta