Greve de ônibus em São Paulo é marcada para quinta-feira que vem, 23, mas negociações podem impedir paralisação

Publicado em: 16 de maio de 2019

Assembleia de motoristas e cobradores na tarde desta quinta-feira, 16 de maio. Foto: Sindmotoristas

Além de índice salarial,  PLR –Participação nos Lucros e Resultados é impasse

ADAMO BAZANI

As operações de ônibus na cidade de São Paulo estão garantidas pelo menos até quarta-feira da próxima semana, 22 de maio de 2019.

Motoristas e cobradores realizaram uma assembleia e decidiram marcar a greve de ônibus na cidade de São Paulo a partir de zero hora da quinta-feira da semana que vem, 23 de maio de 2019.

No discurso, o presidente do sindicato dos trabalhadores Valdevan Noventa, disse que a greve seria de na quarta-feira, 22 de maio (veja vídeo abaixo – a partir de 07 minutos e 40 segundos), mas depois a assessoria de imprensa da entidade esclareceu que a paralisação é prevista para a quinta-feira, dia 23 de maio.

Entretanto, negociações com as empresas de ônibus podem evitar a paralisação.

Nova assembleia deve ser marcada pela categoria e, na segunda-feira, deve haver nova reunião entre patrões e empregados. Os trabalhadores ainda devem fazer uma manifestação em frente à prefeitura na segunda-feira às 10h

Ainda não houve acordo entre as viações, representadas pelo SPUrbanuss – Sindicato das Empesas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo, e os trabalhadores, representados pelo Sindmotoristas – Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo.

A primeira reivindicação da categoria contempla 3% de aumento real nos salários somado ao maior índice de inflação acumulada nos últimos 12 meses.

Para os condutores de trólebus, ônibus articulados e biarticulados, o sindicato propôs 20% de reajuste.

Os motoristas dos trólebus, articulados e biarticulados atualmente recebem 10% a mais que os condutores de outros modelos de ônibus.

A categoria pede ainda PLR – Participação nos Lucros e Resultados de R$ 2 mil pagos até 31 de agosto, proporcionais aos meses trabalhados no período de 1º de maio de 2018 a 30 de abril de 2019.

O Vale-Refeição pedido pela categoria é de R$ 27,00, com descontos proporcionais aos salários. Quanto menores os salários, o desconto também será menor.

As empresas de ônibus ofereceram 4,42% de reajuste pelo índice inflacionário da Fipe – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas.

O impasse maior é sobre a PLR –Participação nos Lucros e Resultados porque as viações alegam que tiveram queda de demanda entre 2017 e 2018 e diminuição nas receitas.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Comentários

  1. andré magalhães disse:

    Vai ter bandeirinha vermelha e faixa pedindo lula livre também?
    Vai ser outra palhaçada como a de ontem dia 15?
    Vai ser greve mesmo ou sindicato usando os idiotas úteis pra fazer volume!

    Nem perca tempo me criticando que vcs sabem que isto é verdade, só vcs não enxergam o quanto são manipulados pelos derrotados de 2018, se tivessem um pensamento critico me dariam razão!! Agora redescobriram as greves e vão fazer o inferno na vida do povo como sempre, e no ano que vem os mesmos desordeiros baterão na nossa porta pedindo votos!!!
    Os mesmos que ficaram 13 anos no poder prometendo combater a corrupção e foram os mais corruptos da história, ACORDEM GADO!!!

    1. Cesar Carlos Rafarl disse:

      Aproveita se tiver greve, pega um ônibus de preferência um super articulado que transporta 200 pessoas por viagem e vai transportar os passageiros. Vc é mais um do Bolsonaro que se sujeita perder todos os direitos, trabalhar de graça para agradar seu mito.

  2. Cida disse:

    Se GUARULHOS teve plr são Paulo tem q ter tbm

    1. Lucineide Santos de Oliveira disse:

      Que Deus abençoe vai da tudo certo em nome de Jesus Cristo amem🙏🙏🙏🙏

  3. Cicero Angelo Silva disse:

    Gado é quem não luta pelos seus direitos sigual teu presente o

  4. Edson disse:

    A prefeitura de São Paulo deveria exigir das antigas cooperativas, piso salarial igual ao das empresas de ônibus

  5. Erivelto disse:

    Gado não olha o respeito rapaz e

  6. Se a população não entende a importância de brigar por seus direitos é em vão parar os ônibus.

  7. Lukas disse:

    Meu amigo você tem que ter a noção que a maioria não é petista tanto que quem venceu a eleição não foi o Lula (PT) espero que não tenha porcaria de bandeira do Lula mais claro que vai ter os oportunistas…

  8. Nelson aparecido vieira disse:

    Nossa quanto bla bla bla
    Tudo massa d manobra do valdevan 90
    O sindicato nunca vai ter moral pra fazer greve
    Vai aceitar o q os empresarios der

  9. Gil disse:

    Meu amigo se tiver essa paralização vai ser a favor aos empresário e noventa ja recebeu muito por isto todo ano essa palhaçada e os pai de família que se foda

  10. Preciso saber se vai ter greve de ônibus hoje as zero horas do dia 23, pois dependo do ônibus para trabalhar. Alguém pode me responder com certeza isso?

Deixe uma resposta