Vereadores de Santos aprovam projeto que disciplina tempo de espera na balsa

Doria prometeu extinguir a Dersa até o fim deste ano, e privatizar todo o sistema de balsas

ALEXANDRE PELEGI

Os vereadores de Santos, litoral paulista, querem disciplinar o tempo de espera na travessia de veículos nas balsas da cidade.

O Projeto de Lei 19/2019, do vereador Antonio Carlos Banha Joaquim (MDB), foi aprovado em primeira discussão nesta quinta-feira, 25 de abril, e propõe ainda o monitoramento dos serviços de travessia.

Para o autor do projeto, o histórico da travessia justifica: “Há mais de 22 anos que aqui estou. São incontáveis os processos jurídicos, ações civis públicas, até atos que esbarram na incompetência, na falta de qualidade e no péssimo serviço realizado“, disse o vereador conforme matéria do jornal A Tribuna.

A Dersa é responsável por oito travessias no Estado. Na Baixada Santista, opera a travessia de balsa entre Santos/Guarujá, Bertioga/Guarujá e a de barcas, entre Santos e Vicente de Carvalho.

O PL precisa agora passar por segunda votação, antes de seguir para sanção do prefeito.

A proposta, no entanto, recebeu parecer contrário da Diretoria Jurídica da Câmara, para quem “a competência para legislar a propósito da prestação de serviços públicos de transporte intermunicipal é dos estados-membros“.

A deputada estadual Telma de Souza (PT) promete apoiar a ação da Câmara de Santos junto ao Governo do estado, a quem a Dersa está ligada. “A Dersa vai dizer que é um projeto inconstitucional. Nós temos que fazer pressão para que isso deixe de acontecer“, disse a deputada ao jornal A Tribuna.

DORIA PROMETE PRIVATIZAR A DERSA

A Dersa será privatizada até o fim deste ano.

Esta é a posição do governador João Doria quando questionado sobre as recorrentes reclamações de usuários do sistema de transporte.

O governador garantiu a extinção da empresa em entrevista à Rádio Bandeirantes no dia 20 de março: “Primeiro, a Dersa vai ser extinta até o fim deste ano. Segundo, todo o sistema de balsas já foi revisto. O que vai resolver definitivamente é a privatização. Todo o sistema vai ser privatizado aqui em São Paulo, e este ano já. Tanto o Litoral Norte, quanto a Baixada Santista e o Litoral Sul“.

PROBLEMAS COM TRAVESSIA: DERSA LAMENTA

Na quinta-feira, 25 de abril, a travessia de barcas que liga o distrito de Vicente de Carvalho, no Guarujá, à cidade de Santos, ficou paralisada desde a madrugada até as 07h:00 da manhã. A falta do transporte causou grandes transtornos para os usuários dos serviços.

O serviço de travessia já havia sido interrompido na tarde e noite da quarta-feira, 24.

Após o serviço ter sido retomado na manhã de quinta-feira, apenas uma lancha (Itapema), com capacidade de transporte de 185 passageiros, realizava a operação.

A Dersa disse “lamentar os transtornos aos usuários da Travessia Santos/Vicente de Carvalho”. Confira a nota da Dersa na íntegra:

A DERSA lamenta os transtornos aos usuários da Travessia Santos/Vicente de Carvalho e informa que as equipes mecânicas trabalharam durante toda a madrugada na tentativa de solucionar os problemas técnicos ocorridos nas três embarcações que compõem a frota do sistema.

A Travessia foi paralisada ontem à noite das 20h15 à meia noite. Uma lancha operou até às 3h40, quando houve novamente a necessidade de ajustes técnicos, solucionados por volta das 7h de hoje (25/4). Neste momento, o serviço opera com uma lancha. 

Os técnicos seguem com os trabalhos de reparo na segunda e na terceira lancha, de forma ininterrupta, para restabelecer a capacidade operacional da Travessia o mais breve possível.

Ao assumir em janeiro deste ano, a nova gestão da DERSA encontrou um sistema com embarcações envelhecidas e uma manutenção lenta. Diante desta realidade, a atual administração tem se empenhado em agilizar o serviço de manutenção para garantir soluções mais rápidas. 

Já foram comprados novos motores e peças sobressalentes, com investimento de mais de R$ 10 milhões. Além disso, firmou contrato com uma empresa especializada na recuperação de motores, a fim de manter as unidades que ainda não requerem substituição em perfeitas condições de operacionalidade.

Visando a modernização de todo o sistema de travessias, o Governo do Estado deu início aos estudos sobre a concessão do serviço de balsas hoje administrado pela DERSA à iniciativa privada. A meta é que o sistema comece a ser modernizado já a partir de 2020.

Os usuários têm à disposição os seguintes canais de informação: site www.dersa.sp.gov.br; Twitter @travessiasdersa, telefone 0800 7733 711 e o aplicativo Travessias para smartphones.

1 comentário em Vereadores de Santos aprovam projeto que disciplina tempo de espera na balsa

  1. Amigos, bom dia.

    Ai está um gritante e atual exemplo da burrocracia brasileira.

    Uma lei para dizer o óbvio.

    Penso que muitos Jurássicos não foram fossilizados e estão a solta por ai; impedindo o Barsil de saor da idade da pedra lascada.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta