Rodoviários de Salvador retardam saída dos ônibus para debater campanha salarial

Publicado em: 25 de abril de 2019

Rodoviários fizeram encontros nas garagens para debater campanha salarial. (Foto: Tailane Muniz, Correio)

Cerca de 600 coletivos de 3 garagens só circularão às 8 h, informa o sindicato da categoria

ALEXANDRE PELEGI

Os rodoviários de Salvador, na Bahia, retardaram a saída dos ônibus de algumas garagens na manhã desta quinta-feira, 25 de abril de 2019. O motivo: realizar a convocação da categoria para uma assembleia geral hoje às 9h, no ginásio do Clube dos Bancários, Centro da Cidade.

A categoria luta por reajuste de 8%, negociação que se arrasta com as empresas de ônibus da capital há cerca de dois meses. Nesta quarta-feira, 24, uma reunião com os empresários não chegou a acordo, após oferecerem 2,7%, menos da metade do reivindicado.

Segundo informações do portal Correio da Bahia, cerca de 600 ônibus foram impedidos de sair em três garagens diferentes do consórcio Integra. A mobilização alcançou uma bacia da linha amarela (Plataforma), uma da verde (OT Trans) e outra da linha azul (Salvador Norte).

Os ônibus só deverão circular às 8h.

Ao todo, o Consórcio Integra tem 13 garagens, sendo 3 da Salvador Norte, 4 da Plataforma e 6 da OT Trans.

A ação, segundo o sindicato, acontece por conta da campanha salarial da categoria, que além do reajuste no salário pede o cumprimento de 11 solicitações de uma pauta de reivindicações. Entre os itens, está um aumento no vale-alimentação e a redução da contrapartida de 10% para 1% de cobrança no pagamento.

O sindicato alega, por outro lado, que a proposta das empresas, além de distante do pretendido pelos trabalhadores, condiciona que eles aceitem a redução de um domingo de folga além do fim das horas-extras.

A frota de Salvador conta com 2,4 mil ônibus e 1,3 milhão de usuários por dia.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta