Rodoviários anunciam que vão atrasar saída dos ônibus em Salvador nesta quinta-feira

Publicado em: 24 de abril de 2019

O sindicato não informou o horário em que os veículos entrarão em atividade. Foto: Divulgação / Bruno Concha.

Sem avanço em negociações, assembleia sobre campanha salarial será feita a partir das 4h

JESSICA MARQUES

Os rodoviários de Salvador, na Bahia, anunciaram que vão atrasar a saída dos ônibus das garagens na manhã desta quinta-feira, 25 de abril de 2019. O anúncio foi feito na tarde desta quarta, 24.

Segundo informações publicadas pelo portal Correio, o Sindicato dos Rodoviários da Bahia anunciou que fará assembleia na porta das empresas a partir das 4h, horário que os ônibus costumam sair das garagens.

Apesar do anúncio de que os ônibus vão começar a circular atrasados, o sindicato não informou o horário em que os veículos entrarão em atividade.

O objetivo é passar aos trabalhadores os últimos informes sobre a Campanha Salarial. A decisão foi tomada após 25 dias de campanha salarial sem avanço nas negociações com os empresários.

Nesta quarta-feira, houve uma reunião com o sindicato patronal, mas não foi fechado nenhum acordo entre as partes.

Os rodoviários afirmam que, mesmo reconhecendo a inflação do período, o patronal oferece 2,7% de reajuste salarial.

Segundo o sindicato dos rodoviários, a contraproposta inclui termos que preveem a redução de direitos. Os trabalhadores citam como exemplo ao portal Correio a redução de um domingo de folga e fim das horas-extras.

A categoria reivindica um reajuste no salário de 8% e o cumprimento de 11 solicitações de uma pauta de reivindicações. Entre os itens, está um aumento no vale-alimentação e a redução da contrapartida de 10% para 1% de cobrança no pagamento.

Também ao portal Correio, o assessor de Relações de Trabalho do Consórcio Integra, Jorge Castro, informou que foi surpreendido pela notícia de que a categoria fará assembleia nas portas das garagens nesta quinta e que as negociações ainda estão em fase inicial.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta