Ônibus de Salvador terão itinerários modificados por obras na Rua Chile a partir de segunda-feira, 22

Foto: Rua Chile, imagem da internet

Tráfego de veículos ficará interditado entre Hotel Fera Palace e rua das Vassouras; motivo é a execução de pavimentação em paralelepípedo na histórica Rua Chile, via mais antiga do país

ALEXANDRE PELEGI

Os usuários de ônibus de Salvador, capital da Bahia, que se utilizam do terminal de ônibus da Rua Vassouras, antigo terminal da Rua Chile, deverão ficar atentos a partir desta segunda-feira, 22 de abril de 2019. O local de embarque será transferido para as proximidades do Clube de Engenharia, na rua Carlos Gomes.

A interdição é temporária segundo a Superintendência Municipal de Trânsito (Transalvador), e decorre da realização de obras na histórica Rua Chile, considerada a mais antiga do país.

O trânsito de veículos também será interrompido no trecho da rua Chile, entre a Rua das Vassouras e o Hotel Fera Palace.

Serão realizadas obras para a retirada da fiação aérea de rede elétrica e de telecomunicações, e a pavimentação da tradicional rua Chile, no Centro Histórico de Salvador, voltará a ser em paralelepípedo.

As obras visam recuperar o paisagismo local, dando visibilidade à paisagem dos prédios e aos monumentos históricos.

No local estão os trilhos da primeira linha de bonde no país, que estão sendo recuperados para se integrar à paisagem da rua.

As intervenções, realizadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), fazem parte do projeto ‘Pelas Ruas do Centro Antigo de Salvador’, cuja meta é requalificar as calçadas com acessibilidade e pavimentar as vias.

Linhas com itinerários modificados:

1001: Aeroporto – Praça da Sé

1030: Praia do Flamengo – Praça da Sé

S004: Iguatemi – Praça da Sé

S017: Imbui – Praça da Sé

S043: Aeroporto – Praça da Sé

RUA CHILE

A Rua Chile está inserida no Centro Histórico de Salvador, área de alto valor histórico e cultural, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), desde 1984, e reconhecida pela Unesco, um ano depois, como Patrimônio da Humanidade.

A primeira via do Brasil foi fundada por Tomé de Souza, primeiro governador-geral do Brasil, em 1549, mesmo data da capital da Bahia. A rua, debruçada para a Baía de Todos-os-Santos, já foi símbolo de efervescência política e cultural.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta