Araçatuba abre licitação para construção de 71 pontos de ônibus com cobertura e assentos

Vice-prefeita Edna Flor vistoriou locais em janeiro de 2019 que receberiam os abrigos. Foto: prefeitura de Araçatuba

Investimento no valor de R$ 280 mil decorre de verba devolvida pela Câmara no final do ano passado. Propostas serão conhecidas na próxima 5ª-feira, 25 de abril  

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura de Araçatuba abriu licitação na modalidade Tomada de Preços, do tipo menor preço, visando a contratação de empresa para confeccionar e instalar 71 abrigos em ponto de parada de ônibus.

Desse total, 50 abrigos terão dois metros de largura, e 21 abrigos medirão três metros.

O prazo total de implantação dos abrigos em pontos de parada de ônibus será de, no máximo, 5 meses, contados a partir da data de assinatura da Ordem de Serviço. Os abrigos deverão conter painel de campanhas publicitárias, assentos e lixeiras.

O valor total do contrato, orçado pelo município, é estimado em R$ 279.446,67.

Os recursos provêm da devolução da sobra do duodécimo, verba do orçamento municipal destinada ao Poder Legislativo.

O recebimento das propostas das empresas está marcado para a próxima quinta-feira, 25 de abril de 2019, às 9h, na sala de Licitações.

Em janeiro deste ano, de acordo com notícia veiculada no site da prefeitura de Araçatuba, a vice-prefeita, Edna Flor, e o diretor de departamento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU), Lavínio Gonçalves, visitaram os pontos de ônibus que ainda contam com apenas postes de madeira como identificadores. O objetivo da visita foi definir onde seriam instaladas as coberturas para abrigo de passageiros.

Na ocasião, Edna Flor citou a lei do “Adote Um Ponto de Ônibus”, sancionada no segundo semestre de 2018, pela qual aproximadamente 30 abrigos já foram construídos pela iniciativa privada.

“O município, pela lei, autoriza a iniciativa privada a construir e, em contrapartida, explorar o espaço para publicidade. A lei também define que compete à empresa a construção, conservação e manutenção do abrigo”, afirmou Edna Flor.

A vice-prefeita constatou, no entanto, que a construção de abrigos nos moldes da lei vem sendo feito de maneira um pouco lenta, “porque é preciso uma adesão dos empresários, o momento da economia não está tão favorável e, diante disso, tivemos um gesto muito importante, da Câmara Municipal, que foi aceito também com muita sensibilidade pelo prefeito, de sugerir que o recurso que sobrou do Duodécimo da Câmara Municipal, que supera R$ 200 mil, seja utilizado na construção dos abrigos”.

Para baixar o Edital completo, clique no link:

 

EDITAL – TP 003-2019 – ABRIGOS EM PONTO DE ÔNIBUS

aracatuba_abrigo

Planta baixa de abrigo de 3 metros

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: