Rio Grande da Serra dá início à renovação de frota de ônibus municipais

Ônibus já está pronto na encarroçadora Caio, em Botucatu, interior paulista. Foto: Divulgação Talismã – Reportagem: Adamo Bazani (Diário do Transporte) – Clique para amplair

Viação Talismã vai receber em breve um Caio Apache VIP zero quilômetro. Outros ônibus novos devem chegar ainda neste ano

ADAMO BAZANI

O sistema de ônibus municipais de Rio Grande da Serra, no ABC Paulista, começou neste ano um processo de renovação de frota realizado pela empresa Viação Talismã.

A companhia revelou ao Diário do Transporte imagens do primeiro ônibus zero quilômetro da cidade deste ano, uma unidade do modelo Caio Apache VIP IV com chassi Volkswagen 17.230 OD.

O veículo possui três portas, sendo que a do meio é equipada com elevador para pessoas com deficiência. As poltronas urbanas têm encosto alto para ampliar o conforto dos passageiros.

O ônibus já está pronto na fabricante de carrocerias Caio, em Botucatu.

Veículo possui elevador para cadeira de rodas e poltronas com encosto alto. Foto: Divulgação Talismã – Reportagem: Adamo Bazani (Diário do Transporte)

De acordo com a Viação Talismã, o intuito é comprar ainda neste ano mais ônibus zero quilômetro.

A frota da companhia é composta por 16 ônibus, com idade média aproximada de 4,5 anos.

Com a renovação, ainda segundo a Talismã, será possível baixar esta idade média para em torno de três anos.

De acordo com a mais recente estimativa do IBGE  – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Rio Grande da Serra possui aproximadamente 50 mil moradores.

Grande parte dos trajetos de ônibus é feita em vias de terra.

As principais linhas da empresa ligam os bairros Caracu, Jardim Encantado, Parque América, Rio Pequeno, Santa Tereza, Vila Conde, Vila Lopes, Vila Niwa até o centro da cidade onde fica a estação Rio Grande da Serra da linha 10 da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e as paradas dos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta