Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro aplica 1.577 multas no primeiro trimestre de 2019

De janeiro a março, 18 viações foram multadas por não regularizarem as frotas. Foto: Divulgação

Ao todo, foram 1.179 autuações em ônibus intermunicipais

JESSICA MARQUES

O Detro (Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro) informou, em nota, que aplicou 1.577 multas no primeiro trimestre de 2019. Ao todo, foram 1.179 autuações em ônibus intermunicipais.

As ações de fiscalização são realizadas em terminais rodoviários e em garagens de ônibus de todo o estado. Além de fiscalizar as condições da frota de ônibus e vans intermunicipais, os agentes também combatem o transporte de passageiros sem autorização do poder concedente e verificaram infrações relativas ao CTB (Código de Trânsito Brasileiro).

As principais irregularidades flagradas no primeiro trimestre deste ano foram horário irregular, má conservação do veículo, falta de selo de vistoria, não portar documentação obrigatória e questões referentes a acessibilidade (cinto de segurança, campainha e plataforma do cadeirante inoperantes).

As equipes atuaram nos seguintes terminais rodoviários: Teresópolis, Petrópolis, Cabo Frio, Araruama, Alcântara (São Gonçalo), João Goulart e Roberto Silveira (Niterói), Macaé, Itaperuna, Shopping de Caxias, Nova Iguaçu, Itaguaí, Resende, Barra Mansa, Volta Redonda, Barra do Piraí, Campos dos Goytacazes, Vassouras, Plinio Casado (Nova Iguaçu), Nilópolis, Cachoeira de Macacu, Magé, Alvorada, Novo Rio, Menezes Côrtes e Campo Grande.

De acordo com informações do Detro, os fiscais ainda realizaram ações nos pontos finais dos ônibus intermunicipais no Passeio (Centro), na Tijuca e em Vila Isabel.

“Além de verificar os serviços prestados pelas empresas de ônibus, o Detro fiscalizou as vans intermunicipais, aplicando 171 multas nos permissionários. Nas ações diárias de combate ao transporte sem autorização do poder concedente, 253 veículos flagrados em situação irregular foram apreendidos e outras 227 autuações referentes a irregularidades do CTB foram aplicadas.”

Agentes também foram às garagens das empresas multadas por questões referentes a acessibilidade, durante as fiscalizações nos terminais, para verificar se os problemas flagrados nas ruas já haviam sido sanados.

De janeiro a março, 18 viações foram multadas por não regularizarem as frotas.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: