NTU adere a campanha de segurança viária

Motociclistas têm sido as grandes vítimas do trânsito. Foto: Alexandre Pelegi

Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) apoia programa Laço Amarelo

ALEXANDRE PELEGI

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), que representa mais de 500 empresas de ônibus no Brasil, passa a engrossar o grupo de entidades que apoiam o programa Laço Amarelo.

A adesão da NTU permitirá à entidade o acesso direto a conteúdos educativos e levantamentos sobre trânsito.

Otávio Cunha, presidente executivo da Associação, afirma que, na prática, a entidade já defende a segurança viária na prática: “o ônibus e o transporte público em geral são os meios mais seguros para os deslocamentos diários”, diz.

Criado em 2017, o Programa Laço Amarelo reconhece boas ações e permite que empresas, entidades e governos colaborem ainda mais com projetos estruturados na busca por um trânsito mais seguro.

O gestor do programa Laço Amarelo é o Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV).

Dados da própria Ong apontam que, na contramão dos acidentes com motocicletas que só fazem crescer, os causados por ônibus têm diminuído. Caminhões e ônibus contribuem muito pouco para as estatísticas da violência no trânsito, com apenas 0,93% dos casos.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta