Maior cidade do Equador incorpora 20 ônibus 100% elétricos da BYD à frota do transporte público

Antes da entrega, operação experimental transportou mais de 72 mil passageiros. Foto: Divulgação / BYD.

Frota será operada pela Saucinc, em Guayaquil

JESSICA MARQUES

A maior cidade do Equador, Guayaquil, incorporou 20 ônibus 100% elétricos da BYD à frota do transporte público. Os veículos serão operados pela empresa Saucinc, responsável pelo sistema.

Segundo informações da BYD, antes da entrega, uma operação experimental foi realizada no período de novembro de 2017 a março de 2018, com um ônibus rodando uma média diária de 250 quilômetros em Guayaquil, durante a qual mais de 72 mil passageiros puderam experimentar um serviço de ônibus elétrico pela primeira vez.

“Estima-se que a operação da frota elimine 12,8 toneladas de emissões de CO2 e o consumo de 2,9 milhões de galões de diesel, representando um corte de US$ 8 milhões nos custos para o governo equatoriano, que atualmente subsidia combustível fóssil para transporte público”, informou a BYD, em nota.

Em abril de 2017, a BYD também entregou ao Equador a primeira frota de táxis 100% elétricos, conforme informado em nota pela fabricante.

De acordo com o prefeito de Guayaquil, Jaime Nebot, o Estado vai pagar metade dos custos de energia durante o primeiro ano de operação dos táxis e dos ônibus elétricos. Além disso, o governo fornecerá um bônus entre US$ 2.000 e 3.000 para cada motorista de táxi elétrico.

“As tecnologias avançadas da BYD fornecerão aos motoristas um ônibus confortável e maior segurança nas estradas, com recursos como controle de limite de velocidade via software e câmeras internas”, garantiu a BYD.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

Deixe uma resposta