Tecnologia como serviço e não mais como produto é tema em evento da UITP

Foto: Intelligent Transport

Rafael Teles, Diretor de Produto da Transdata, debaterá sobre a tendência do ‘ticketing-as-a-service’ na Semana UITP América Latina

ALEXANDRE PELEGI

Na próxima segunda-feira, 18 de março de 2019, começa em São Paulo a 6ª Semana ITS UITP América Latina. O evento, que se estenderá até o dia 20 de março, acontecerá no Centro Brasileiro Britânico, em São Paulo.

O evento terá uma série de sessões onde a questão da tecnologia no transporte público será o foco central. Sessões como “Ônibus serviço por demanda” e “Mobilidade como Serviço – MaaS”, reunirão para debates diversos especialistas de diferentes segmentos.

A Sessão “Ticketing e Gerenciamento de Tarifa”, marcada para o segundo dia do evento, 19 de março, debaterá a necessidade do transporte público global se integrar às inovações na emissão de ticket.

O Ticketing-as-a-Service, conceito que está se consolidando, segundo a UITP, oferece um grande catálogo de funções de autoatendimento por meio da Web e de aplicativos móveis, desde o registro até a compra do produto, o recarregamento automático dos serviços de gerenciamento de cartões.

Compondo a mesa dessa Sessão, que será moderada por Stenio Franco, do Comitê ITS da UITP,  estão Luiz Fernando Portella (CNA Calypso), Argo Verk (Diretor da Ridango) e Rafael Teles (Diretor de Produtos da Transdata).

Em sua participação no painel, a Transdata, empresa brasileira de desenvolvimento de soluções integradas em ITS (Intelligent Transport Systems) dedicadas à mobilidade, mostrará o conjunto de tecnologias desenvolvidas pela empresa que segue o conceito do ticketing-as-a-service.

Em comunicado encaminhado ao Diário do Transporte, a Transadata destaca a bilhetagem eletrônica e o controle operacional e rastreamento, itens que trouxeram “uma grande inovação ao setor de transporte público ao possibilitar a customização de funcionalidades dentro da realidade de cada cliente”.

Rafael Teles, que participará da Sessão, explica que a inovação oferecida pela Transdata possibilitou o uso de pacotes consumidos pelo cliente, sem a necessidade de imobilização de capital. “A ideia é que a plataforma tecnológica seja utilizada e tarifada de acordo com o uso. Ou seja, as empresas não precisam mais desembolsar grandes quantias, basta instalar a tecnologia e habilitar ou desabilitar os serviços que deseja utilizar”, explica o diretor de produtos da Transdata.

Teles ressalta que é justamente esta proposta disruptiva, que trata a tecnologia como serviço, e não mais como produto, que integra a essência do ticketing-as-a-service.

“Dois fatores na indústria permitiram transformar o ITS em serviço. O primeiro é a simplificação do hardware, com o uso de validadores de transporte multifuncionais. O segundo é a computação em nuvem, que permite que o processo de atualização tecnológico seja constante”, conclui.

Além da apresentação do dia 19, a Transdata terá nova participação no último dia do evento, dia 20, quarta-feira, com dirigentes de várias partes do mundo, no Encontro para Autoridades – Reunião UITP Information Technology & Innovation Commission.

6ª SEMANA UITP AMÉRICA LATINA 2019

Em sua sexta edição e promovido pela OTM Editora e pela UITP Latin America, o evento tem a expectativa de reunir mais de 250 participantes – entre operadores, autoridades, provedores – de nove países da América Latina e outras regiões.

Local: Centro Brasileiro Britânico – R. Ferreira de Araújo, 741 – Pinheiros, São Paulo (SP)

Programação (clique no link): Agenda _UITP

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: