Câmara de Florianópolis instala CPI do transporte coletivo

Foto: Divulgação

Comissão pretende investigar o contrato do transporte coletivo, além da instalação dos terminais urbanos

ALEXANDRE PELEGI

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do transporte coletivo de Florianópolis foi oficialmente instalada pela Câmara de Vereadores da capital catarinense nesta segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019.

Composta por cinco integrantes, os partidos têm até esta terça (12) para indicar os integrantes que comporão a CPI.

O requerimento solicitando a instalação da Comissão de Inquérito foi apresentado pelo líder do governo, Renato Geske. Em síntese, pede a investigação do contrato do transporte coletivo, além da instalação dos terminais urbanos.

No escopo dos trabalhos, os vereadores poderão analisar questões como o processo de licitação para a concessão do transporte, o aumento da tarifa e a falta de utilização dos terminais da região continental.

A investigação terá como marco inicial o ano de 2002, quando foi inaugurado o Terminal de Integração do Centro (Ticen).

Serão 90 dias de trabalho, que poderão ser prorrogados por igual período.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: