Prefeitura de Taubaté decide rescindir contrato de 18 permissionários do Tctau

Segundo o governo de Ortiz Junior, os permissionários deveriam trocar as vans por micro-ônibus. Foto: Divulgação.

Grupo teria descumprido exigências previstas em edital

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Taubaté, no interior de São Paulo, decidiu rescindir o contrato de 18 permissionários do Tctau (Transporte Complementar de Taubaté). O grupo teria cumprido exigências previstas no edital publicado pela administração municipal.

A medida foi publicada em Diário Oficial. Segundo o governo de Ortiz Junior, os permissionários deveriam trocar as vans por micro-ônibus de 21 a 24 lugares, com duas portas, catraca, bilhetagem eletrônica, GPS e plataforma elevatória para cadeirantes.

Contudo, os 18 permissionários não comprovaram a mudança. Inicialmente, o prazo era de 90 dias e o governo decidiu rescindir o contrato após mais de seis meses. O contrato entre as partes foi assinado em 2 de julho de 2018.

A Prefeitura havia notificado 22 permissionários do Tctau por descumprimento de itens do contrato. Ao todo, 53 empresas operam na cidade, em um sistema que, quando foi criado, possuía quase 80 operadores.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/11/17/permissionarios-do-transporte-complementar-de-taubate-atrasam-troca-de-vans-por-micro-onibus-e-podem-sair-do-sistema/

Ao portal Gazeta de Taubaté, a advogada do Tctau, Karina Galvão, informou que irá recorrer tanto de forma administrativa quanto judicial. Segundo ela, ao menos 10 dos 18 permissionários citados na decisão atenderam o exigido no edital. “Muitos adquiriram veículos, fizeram parcerias e nada foi considerado”.

Ainda ao portal, um dos permissionários atingidos pela medida disse acreditar que a rescisão foi uma “represália” pela greve de 14 dias promovida pela categoria no fim do ano passado.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/11/21/motoristas-do-transporte-complementar-de-taubate-entram-em-greve-contra-modelo-de-integracao/

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Lenine Andrade disse:

    Meus pais sao idosos e por nada eu deixo eles andarem nesses “tctau”!!!
    Já vi muitas e muuuuuitas vezes os motoristas fazendo barbaridades no trânsito de Taubaté!!!
    Já vi várias imprudências e a última eu filmei e mostrei a eles!!!
    Eu estava na Av. 9 de julho parado no semáforo da rodoviária velha quando encostou um desses carros caindo os pedaços, lotado e ainda pra fechar com chave de ouro, o motorista “pendendo de sono” no volante!!! Tombava a cabeça para a frente e para os lados!!!
    Minha noiva viu e ficou indignada!!!
    Então por essas e outras não deixo por nada meus pais andarem nisso!!!
    o certo tinha que ser assim: De 6 em 6 meses, passarem por exames psicotécnicos e psicológicos para ver se o cidadão está apto para trabalhar com isso!!!

  2. Mário Moreira dos Santos disse:

    Porque não rescinde com abc, já que ela é péssima, com certeza não presta serviços de qualidade, então teria que rescinde o contrato, mas parece que a prefeitura trabalha para defender os interesses da empresa e não o bem estar da população

Deixe uma resposta