Ônibus de Blumenau terão faixa exclusiva na Rua Itajaí

Foto: prefeitura de Blumenau (SC)

Prefeitura estima que cerca de 2.500 usuários serão atendidos diretamente

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Blumenau, em Santa Catarina, está implantando o corredor exclusivo para ônibus na Rua Itajaí, no bairro Vorstadt.

A meta é priorizar o fluxo para o transporte coletivo, afirma em nota a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra).

O Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau – Seterb ressalta que 100 viagens por dia são realizadas na via de segunda a sexta-feira, nas três linhas municipais, mais o ônibus intermunicipal.

Ainda segundo a autarquia, as filas da Rua Itajaí, nos horários de pico, implicam em um atraso médio de 20 minutos nas viagens efetuadas pelo transporte coletivo.

Gustavo de Oliveira, diretor de Obras Conveniadas da prefeitura, afirma que a comunidade precisa entender que a prioridade entre os modais para o poder público deve ser para o transporte coletivo. “Além do mais, os motoristas poderão em breve usar as pistas duplicadas da República Argentina, que está em fase final de obras, como rota”, salienta.

A implantação do corredor extinguirá 55 vagas de estacionamento para carros e mais 30 para motos, mas em contrapartida irá beneficiar mais de 2.500 passageiros, que diariamente passam de ônibus pela Rua Itajaí.

A etapa de sinalização horizontal e vertical iniciou na semana passada e deve se estender ao longo do mês de fevereiro.

A prefeitura informa que a obra da Rua Itajaí contempla passeios do início da rua até o Complexo Esportivo do Sesi, ciclovia e revitalização de duas praças, etapas já concluídas.

Já o  corredor de ônibus está sendo implementado entre a Rua Pedro Krauss Sênior e a Rua 15 de Novembro, ligando as regiões Leste e Sul do município.

O investimento é de R$ 1.138.037,75, recursos financiados pela Prefeitura de Blumenau junto à Caixa Econômica Federal, no âmbito do PAC 2.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta