Incêndio atinge sede da Mascarello em Cascavel (PR)

Chamas atingiram o setor de fibra e foram controladas pela brigada da empresa

JESSICA MARQUES

Um incêndio atingiu a sede da Mascarello, fabricante brasileira de carrocerias para ônibus, na tarde desta terça-feira, 15 de janeiro de 2019. A empresa está localizada na BR-277, em Cascavel, na saída para Foz do Iguaçu, no Paraná.

Conforme informado ao Diário do Transporte pela Mascarello, as chamas atingiram o setor de fibras e foram controladas pela brigada da empresa. Ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros foi mobilizado para atender a ocorrência, mas ao chegar no local, a situação já estava controlada. As equipes fizeram o rescaldo e vistoria na empresa.

Apesar de haver material inflamável nas proximidades de onde houve o incêndio, as chamas não tomaram grandes proporções. A empresa informou que está calculando o prejuízo causado pelo fogo.

De acordo com a mídia local, o Corpo de Bombeiros informou que uma área de aproximadamente 25 metros quadrados foi danificada pelo incêndio.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Claudio disse:

    Incêndio nas unidades de plásticos das encarroçadoras ( fabricantes de ônibus), parece ser uma rotina. De todas as fábricas no Brasil resta apenas uma virgem, que ainda não viveu esse drama.
    Quase a totalidade a causa é NEGLIGÊNCIA na operação ou instalações .

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa tarde.

    Ainda bem que nada aconteceu de grave, mas no verão redobrem na ventilação na área de resinas e fibras.

    Falando em Mascarello, na semana passada andei num Volvo motor dianteiro rodoviário com carroceria Mascarrelo.

    O “cokpit” do piloto parece uma “banheira com sauna” sem contar a falta de ergonomia.

    O piloto me informou que o carro é horrível pois esquenta como se fosse o inferno.

    Fica a a dica de campo para a Engenharia da Marscarello.

    E para a engenharia da Volvo fica a dica de que barulho tipo ronco de diferencial ainda continua, isto se não é ronco de diferencial mesmo, afinal não é o primeiro Volvo motor dianteiro que eu observo este barulho.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta