São Paulo tem manifestação contra reajuste de tarifas de transportes

Tropa de Choque acompanha protesto. Reprodução TV Bandeirantes

Grupo de aproximadamente está nas imediações da prefeitura na região central

ADAMO BAZANI

A cidade de São Paulo registra no início da noite desta quinta-feira, 10 e janeiro de 2019, uma manifestação contra o reajuste nas tarifas de transportes.

A PM ainda não informou oficialmente a estimativa de pessoas no protesto, que se concentra neste momento nas imediações da prefeitura, no centro da cidade, mas diz, por meio do Copom – Centro de Operações da Polícia Militar que a situação é pacífica até o momento.

Homens da Tropa de Choque apenas acompanham o protesto.

Segundo manifestantes, no local há cerca de mil pessoas.

TARIFAS:

Desde o início do ano, as tarifas de transporte público da capital e de cidades da região metropolitana têm sido reajustadas.

Na capital paulista, a tarifa unitária básica dos ônibus municipais passou de R$ 4,00 para R$ 4,30. No próximo domingo, 13 de janeiro de 2019, as tarifas do Metrô e da CPTM sobem também de R$ 4,00 para R$ 4,30.

Na região metropolitana foram decretados aumentos em Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, Ribeirão Pires, Francisco Morato, Franco da Rocha, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Itapevi.

GRANDE SÃO PAULO:

GRANDE SÃO PAULO:

Calamar: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Ribeirão Pires: De R$ 4,00 para R$ 4,40 – Vale-Transporte: R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Francisco Morato: De R$ 4,20 para R$ 4,45 – 07 de janeiro de 2019

Franco da Rocha: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 07 de janeiro de 2019

Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019

Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 06 de janeiro de 2019
(Cartão SOU Comum – R$ 4,25 / Dinheiro –  R$ 4,65 / Vale Transporte – R$ 4,88)

Barueri: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 06 de janeiro de 2019

Carapicuíba: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 05 de janeiro de 2019

Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019

São Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019

Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019

São Paulo

Bilhetes Valores atuais Novos Valores
Tarifa básica  R$ 4,00  R$ 4,30
(SPTrans a partir de 07/01)

(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
Bilhete Único  R$ 4,00  R$ 4,30
(SPTrans a partir de 07/01)

(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
BOM  R$ 4,00  R$ 4,30
Escolar  R$ 2,00  R$ 2,15(SPTrans a partir de 07/01)
(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
Bilhete Único Integrado  R$ 6,96  R$ 7,21 entre 07 e 12/01R$ 7,48 a partir de 13/01
Fidelidade 8  R$ 29,50  R$ 31,71
 R$ 3,69  R$ 3,96
Fidelidade 20  R$ 71,50  R$ 76,86
 R$ 3,58  R$ 3,84
Fidelidade 50  R$ 174,00  R$ 187,05
 R$ 3,48  R$ 3,74
Temporais (Tarifa média por passageiro)    
Exclusivos    
Mensal Comum  R$ 194,30  R$ 208,90
24 Horas Comum  R$ 15,30  R$ 16,40
Integrados    
Mensal Comum  R$ 307,00 R$ 318,00 entre 07 e 12/01R$ 323,80 a partir de 13/01
24 Horas Comum  R$ 20,50 R$ 21,20 entre 07 e 12/01R$ 21,60 a partir de 13/01

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em São Paulo tem manifestação contra reajuste de tarifas de transportes

  1. Boa noite!

    Em Diadema a tarifa segue os mesmos moldes da anterior:

    Vale Transporte – R$ 4,88
    Dinheiro em Espécie – R$ 4,65
    Cartão SOU Comum – R$ 4,25

    Fonte: http://www.soudiadema.com.br/cartoes_vale.html

    Esta nova tarifa de vale transporte é uma forma das Prefeituras terem menos vínculos e obrigações com as empresas de transporte coletivo, descontando no empresariado. Fora que, muitas delas, aumentaram suas receitas e diluiram a capacidade do servico prestado, com uma frota antiga, sem cobradores, ou seja, melhoria apenas nas contas bancárias das viações.

    Eu mesmo, se eu fosse empresário, faria como os bancos: PAGAMENTO DE VT EM DINHEIRO, QUEM QUISER, QUE FACA O CARTÃO DO SEU RESPECTIVO MEIO DE TRANSPORTE! Assim, não seria obrigado a arcar com uma tarifa que não existe.

  2. João Luis Garcia // 10 de janeiro de 2019 às 20:24 // Responder

    2013 foi um ano catastrófico para o setor principalmente para o Estado de SP pois as manifestações na época contra o aumento de R$ 0,20 na tarifa dos ônibus na cidade de São Paulo trouxeram grandes perdas para as operadoras.
    Não podemos aceitar novamente esse tipo de manifestação, afinal o reajuste faz parte de cláusula contratual e todos os insumos que compõe a cesta para cálculo do reajuste, tiveram seus preços majorados.

  3. Acredito que todo reajuste seja seguido de melhorias , já que por sua vez somos de quinta categoria , ao invés de valorizar o trabalhador que realmente faz o Brazil funcionar juntos ao seu investidores , combrão absurdos impostos onde geram desemprego e falta de investimento dos empresários de boa fé. Acredito que somos um pais melhor que tudo isso é falta de boa gestão .Devemos tomar posição sobre isso , ir as ruas e se impor realmente , pois de verás na periferia onde tem a maior [ Engrenagem ] Pra execução de qual for o trabalho vem dos mais fortes e não quem tem a caneta nas mão .

  4. Ah por isso quando sai do trabalho as 20, um lado do metro República estava fechado, j[a imaginei que seria isso, ainda acho esse grupo politiqueiro.

  5. Engraçado a galera defender aumento de passagem e diminuição do salário mínimo. Brasileiro é bicho burro mesmo.

Deixe uma resposta