Empresas de ônibus de São Paulo pedem segurança em manifestações contra reajuste das tarifas

Manifestação em 2013. Temor é em relação a vândalos infiltrados. Foto: BRAZIL PHOTO PRESS/FOLHAPRESS – Clique para Ampliar

Companhias enviaram ofício à Secretaria de Mobilidade e Transportes para que pasta acione polícia para evitar depredações

ADAMO BAZANI

As empresas de ônibus da capital paulista pediram segurança, principalmente em corredores, faixas exclusivas e terminais, em caso de manifestações contra o reajuste da tarifa de transportes na cidade e na região metropolitana.

Por meio de um ofício, ao qual o Diário do Transporte teve acesso, as viações filiadas ao SPUrbanuss, que operam as linhas de ônibus maiores que passam pela região central, pedem à SMT – Secretaria de Municipal de Mobilidade e Transportes que acione as autoridades de segurança pública preventivamente para evitar depredações de ônibus, terminais, placas de sinalização e abrigos.

Um dos atos foi marcado para esta quinta-feira, 10 de janeiro de 2019 na capital paulista pelo MPL  – Movimento Passe-Livre.

TARIFAS:

Desde o início do ano, as tarifas de transporte público da capital e de cidades da região metropolitana têm sido reajustadas.

Na capital paulista, a tarifa unitária básica dos ônibus municipais passou de R$ 4,00 para R$ 4,30. No próximo domingo, 13 de janeiro de 2019, as tarifas do Metrô e da CPTM sobem também de R$ 4,00 para R$ 4,30.

Na região metropolitana foram decretados aumentos em Santo André, São Bernardo do Campo, Diadema, Ribeirão Pires, Francisco Morato, Franco da Rocha, Barueri, Carapicuíba, Osasco, Itapevi, Cajamar.

GRANDE SÃO PAULO:

Calamar: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Ribeirão Pires: De R$ 4,00 para R$ 4,40 – Vale-Transporte: R$ 4,60 – 13 de janeiro de 2019

Francisco Morato: De R$ 4,20 para R$ 4,45 – 07 de janeiro de 2019

Franco da Rocha: De R$ 4,35 para R$ 4,60 – 07 de janeiro de 2019

Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019

Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 06 de janeiro de 2019
(Cartão SOU Comum – R$ 4,25 / Dinheiro –  R$ 4,65 / Vale Transporte – R$ 4,88)

Barueri: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 06 de janeiro de 2019

Carapicuíba: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 05 de janeiro de 2019

Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019

São Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019

Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019

São Paulo

Bilhetes Valores atuais Novos Valores
Tarifa básica  R$ 4,00  R$ 4,30
(SPTrans a partir de 07/01)

(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
Bilhete Único  R$ 4,00  R$ 4,30
(SPTrans a partir de 07/01)

(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
BOM  R$ 4,00  R$ 4,30
Escolar  R$ 2,00  R$ 2,15(SPTrans a partir de 07/01)
(Metrô/CPTM a partir de 13/01)
Bilhete Único Integrado  R$ 6,96  R$ 7,21 entre 07 e 12/01R$ 7,48 a partir de 13/01
Fidelidade 8  R$ 29,50  R$ 31,71
 R$ 3,69  R$ 3,96
Fidelidade 20  R$ 71,50  R$ 76,86
 R$ 3,58  R$ 3,84
Fidelidade 50  R$ 174,00  R$ 187,05
 R$ 3,48  R$ 3,74
Temporais (Tarifa média por passageiro)    
Exclusivos    
Mensal Comum  R$ 194,30  R$ 208,90
24 Horas Comum  R$ 15,30  R$ 16,40
Integrados    
Mensal Comum  R$ 307,00 R$ 318,00 entre 07 e 12/01R$ 323,80 a partir de 13/01
24 Horas Comum  R$ 20,50 R$ 21,20 entre 07 e 12/01R$ 21,60 a partir de 13/01

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Empresas de ônibus de São Paulo pedem segurança em manifestações contra reajuste das tarifas

  1. Gostaria de propor uma experiência. O interessante é tentar botar na cabeça de quem vandaliza que o que eles fazem é tão errado quanto a corrupção de um político. Pois vandalismo significa perda de dinheiro público,desvalorização, desrespeito ao cidadão e a cidade.

    Pixar, vandalizar, quebrar coisas, botar fogo em ônibus não é só criminoso, é algo que não é diferente de um desvio de dinheiro – era algo que a população em um todo ganharia se não tivesse feito aquilo.

    Espero que campanhas de conscientização tenham esta linha de cobrança, pois talvez isso ajudaria a evitar problemas.

  2. Fica difícil aos trabalhadores , imagem aquem está desempregado, ter que pega ônibus para procurar emprego
    Paga passgpas para fazer uma intrevista que muitas vezes não dá em nada
    E tudo começa outra vez
    Pega ônibus entregar currículo nas empresas
    Tá difícil as pessoas não tem dinheiro tem que pedir emprestado , e muitas dessas pessoas , já foram umilhadas
    Por aquelas pessoas que empresta o dinheiro para ela procura ou fazer Intervista
    Não é fácil viver dessa maneira oque muitas pessoas ganha de salarsa mal podem pagar luz, água, e aluguel
    Imagem você desempregado procurando emprego , com aluguel atrasado , conta de luz atrasado, água, atrasada , tende que pedir dinheiro para procurar emprego
    Manda currículo mas não é chamado nem para Intervista
    Não está nada fácil que DEUS nos ajude

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: