Após divulgar gratuidade em ônibus para idosos acima de 60 anos, prefeitura do Rio se desmente, e diz que benefício só vale a partir dos 65

Foto: Divulgação

Nota no site oficial da prefeitura foi alterada na parte da tarde

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura do Rio de Janeiro esclareceu no final da tarde desta segunda-feira, 7 de janeiro de 2019, que a gratuidade nos transportes públicos municipais só é válida para idosos com idade igual ou superior a 65 anos.

Em nota, a administração diz que a partir de 65 anos o direito é reconhecido por lei federal.

Leia a nota na íntegra:

“A Lei Municipal 782, de autoria do vereador Eliseu Kessler e sancionada pelo prefeito Marcelo Crivella, alinha a legislação local à legislação federal, que regula os direitos às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Ela não dá direito a pessoas com idade inferior a 65 anos à gratuidade nos transportes coletivos municipais”

Na manhã de hoje a gestão Crivella havia divulgado que o benefício seria ampliado para pessoas com 60 anos ou mais, inclusive veiculando essa informação em seu site oficial, em nota intitulada: “Prefeito do Rio de Janeiro sanciona Lei que reduz idade do idoso”.

Entretanto, o Poder Público se desmentiu.

No último parágrafo na nota original, divulgado esta manhã, estava escrito: “Com isso [a lei sancionada], amplia-se o número de pessoas beneficiadas com gratuidade em transportes, meia-entrada em cinemas, prioridade nos atendimentos, isenção em taxas, entre outros”.

A nota oficial foi alterada hoje à tarde, e o novo parágrafo acabou reescrito com o seguinte texto: “De acordo com a Câmara de Vereadores, amplia-se o número de pessoas beneficiadas com meia-entrada em cinemas, prioridade nos atendimentos, isenção em taxas, entre outros.”

Na nova redação, que não cita a gratuidade no transporte, afirma-se apenas que todas as leis municipais em vigor (ou que ainda serão elaboradas), voltadas ao idoso e que tenham como referência a idade de 65 anos, serão alteradas “para que a redação passe a constar a idade de 60 anos”.

Leia a publicação com a nova redação:

prefeito_crivella_idoso

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. João Luis Garcia disse:

    Será que o Exmo Sr Prefeito foi informado qual seria o valor dessa Lei que alterava a idade do idoso para 65 anos ?
    Exigir renovação de frota, ar condicionado e ainda não dar o reajuste previsto em contrato é muito facil.
    Mas ainda acho que poderemos ter mais novidades sobre esse assunto uma vez que do mesmo modo que de manhã afirmou a alteração para a concessão da gratuidade aos idosos a partir de 60 anos quem garante que não possa voltar atrás ?
    Afinal dos nossos políticos podemos esperar tudo.

  2. aroldo disse:

    isto sim e que e uma enganaçao muito facil falar mas cumprir e outra coisa. onde estar o poder da lei sera que rolou verba para nao ter direito a gratuidade nos unibus?

Deixe uma resposta