Empresas prometem frota integral de ônibus em Fortaleza nesta segunda-feira

Serviços de ônibus em Fortaleza foram os mais prejudicados pela ação dos criminosos que tentam demonstrar força. Foto: Tiago Alves/Clique para Ampliar

Policiais vão estar nos coletivos em operação, segundo Sindiônibus

ADAMO BAZANI/ALEXANDRE PELEGI

As operações de ônibus em Fortaleza e nos municípios vizinhos devem ser normalizadas nesta segunda-feira, 07 de janeiro de 2019.

A informação é do Sindiônibus, sindicato que reúne as viações, no início da noite deste domingo.

Em nota, a entidade diz que os coletivos vão circular com policiais fardados e que o acordo foi firmado com a polícia.

O Sindiônibus informa que acaba de concluir um planejamento de segurança junto à polícia do Estado do Ceará visando garantir o funcionamento do transporte público de Fortaleza e região metropolitana amanhã, segunda-feira (07/01).

O esquema de segurança envolverá ações policiais diferenciadas para proteger a população e trabalhadores do transporte nos ônibus.

Haverá policiais embarcados, policiais à paisana, motocicletas e viaturas.

Anunciamos, portanto, que a população voltará a contar normalmente com o transporte público. A operação será monitorada e coordenada operacionalmente ao longo do dia para eventuais adaptações necessárias ao momento.

Como mostrou o Diário do Transporte, neste domingo, desde às 5h30, 108 ônibus e 77 linhas circulam na região metropolitana, o que representa 5% da frota normal, composta por 1.810 ônibus urbanos e 350 metropolitanos, que rodam em um dia normal em 209 linhas. Em cada veículo que opera hoje na cidade, três policiais viajam a bordo para garantir a segurança.

A redução da frota acontece por precaução, uma vez que com o reforço do policiamento não houve ataques a coletivos entre a noite de sexta-feira e a tarde deste sábado.

O Metrô de Fortaleza também funcionou em horário especial. Ao invés de operar até as 23 horas, fechou todas as estações às 20h30min por motivos de segurança.

Até o momento 103 pessoas já foram detidas no Ceará por envolvimento nos ataques, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS, até as 21 horas de ontem.

Cento e três pessoas já foram presas e apreendidas no Ceará por envolvimento nos ataques iniciados na noite de quarta-feira, 2, em todo o Estado. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), deste número, 53 foram autuadas apenas ontem. O dado é referente até as 21 horas deste sábado.

Na sexta-feira, dia 4, desembarcaram em Fortaleza 300 homens da Força Nacional de Segurança. O envio da Força foi autorizado pelo ministro da Justiça, Sergio Moro, após solicitação do governador Camilo Santana.

Relembre: Após ataques, Fortaleza reduz frota de ônibus em circulação e Governador pede reforço da Força Nacional

Adamo Bazani e Alexandre Pelegi, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Francisco Pereira mota disse:

    E pode ser que assim acabem com esse tipo de violência com os policiais dentro dos colétivoos

Deixe uma resposta