Ônibus em Itapeva (SP) já circulam com tarifa mais cara

Foto: Juliano Sqriqneiro

Passagem aumentou 50 centavos, passando de R$ 4 para R$ 4,50

ALEXANDRE PELEGI

Desde hoje, dia 1º de janeiro de 2019, andar de ônibus em Itapeva, interior de São Paulo, ficou mais caro.

Pelo decreto municipal n.º 10.431, de 18 de dezembro de 2018, a prefeitura estabeleceu a nova grade tarifária do serviço de Transporte Coletivo Urbano e Rural que passou a ser praticada pela concessionária Jundiá Transportadora Turística Ltda.

A Tarifa básica (referencial) passou a R$ 4,80. Com base neste valor serão praticados os demais preços:

I – Tarifa social (cartão múltiplo cadastrado; cartão múltiplo não cadastrado e pagamento na catraca) – R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos);

II – Tarifa vale transporte (adquiridos pelo Município de Itapeva) – R$ 4,08 (Quatro reais e oito centavos). O valor é decorrente do desconto de 15% sobre o valor da tarifa básica.

III – Tarifa vale transporte – R$ 4,50 (quatro reais e cinquenta centavos);

IV – Tarifa estudante (adquiridos pelo Município de Itapeva) – R$ 4,80 (quatro reais e oitenta centavos).

A prefeitura afirma que o reajuste está pactuado no Contrato de Concessão do Direito de Exploração do Serviço de Transporte Coletivo Urbano e Rural Público de Passageiros n.º 236/2012, firmado com a empresa Jundiá no dia 13 de julho de 2012.

O Contrato estabelece a adoção de tarifa única para todas as linhas do serviço público concedido, “levando-se em conta os custos de operação, administração, remuneração de capital e a tributação para execução dos serviços; bem como o contido no § 4º da Cláusula Oitava, que dispõe sobre a revisão das tarifas e do reajuste tarifário”, explicita o Decreto.

ITAPEVA_DECRETO

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paranoid disse:

    ônibus tudo carroça, vive quebrando. Itapeva vergonha no país inteiro pagar um preço desse!!!

Deixe uma resposta para Paranoid Cancelar resposta