Prefeito de BH diz que, ao fazerem o que querem, empresas de ônibus irão “receber o troco”

Alexandre Kalil fez postagem em sua conta no Twitter, mas sem especificar o motivo: abertura dos resultados da auditoria do sistema, prometida para esta semana, ou ameaça às empresas por circularem sem cobrador

ALEXANDRE PELEGI

Em uma postagem em sua conta no Twiter nesta manhã, o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), se dirigiu diretamente às concessionárias de ônibus da capital nesta segunda-feira, dia 17 de dezembro de 2018. “Se as empresas de ônibus fazem o que querem, vão receber o troco. Belo Horizonte tem governo”.

kalil_twiter

Apesar de ter destinatário certo, a mensagem, no entanto, não está clara.

O prefeito da capital mineira pode estar se referindo ao fato de os ônibus de BH circularem sem a presença de cobrador fora do horário definido por lei. Este, pelo menos, é o fato que vem concentrando as atenções da população nas últimas semanas, e vem revoltando o sindicato dos rodoviários.

O portal BHAZ lembra que na última quinta-feira, dia 13 de dezembro, o prefeito falou sobre a ausência dos cobradores nos ônibus, quando disse: “A multa ‘tá’ comendo. Essa é uma questão que tem que trazer pra mesa. São empresários que querem lucro”.

Até outubro a prefeitura já registrou 7.973 autuações às concessionárias por descumprimento da Lei 10.526/2012, que determina que os veículos destinados aos serviços de transporte público coletivo e convencional devem operar com agente de bordo.

A lei libera a obrigatoriedade do cobrador apenas em alguns casos, a saber:

Veículos do Bus Rapid Transit (BRT);

Horário noturno, das 20h30m às 5h59m;

Domingos e feriados;

Veículos dos serviços especiais caracterizados como executivos, turísticos ou miniônibus.

AUDITORIA

Outro assunto pendente em BH diz respeito aos resultados da auditoria sobre as contas no sistema de transportes, prometida pelo prefeito desde o início de seu mandato.

Alexandre Kalil disse que somente com os resultados é que iria determinar o percentual de reajuste das tarifas de ônibus. Relembre: Prefeito de Belo Horizonte condiciona aumento de tarifa de ônibus à auditoria

Sobre esse assunto, a que ele sempre chamou de “caixa-preta” do sistema de transporte, Kalil informou na última semana que os resultados serão apresentados esta semana.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: