Câmara de Campo Grande (MS) aprova isenção de ISS para transporte coletivo

Para entrar em vigor, o projeto deve ser sancionado pelo Executivo, por meio de um decreto. Foto: Divulgação.

Objetivo é evitar novo aumento da tarifa, que atualmente está R$ 3,70

JESSICA MARQUES

A Câmara de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, aprovou um projeto que garante a isenção do ISS (Imposto Sobre Serviço Incidente sobre a Prestação de Serviços) de Transporte Coletivo de Pessoas, por ônibus.

O objetivo é evitar um novo aumento da tarifa, que atualmente está R$ 3,70. A Prefeitura já cogitou a possibilidade de um reajuste de 6,6%, chegando a R$ 3,95.

“Se o projeto não for aprovado a tarifa pode subir mais 25 centavos, pois há previsão contratual para o imposto constar como composição tarifária. Voto em favor da população”, explicou o vereador Carlos Augusto Borges, em nota.

Para entrar em vigor, o projeto deve ser sancionado pelo Executivo, por meio de um decreto.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Rogerio Belda disse:

    Será este o melhor caminho? Tarifa de R$ 3,95 é piada
    (ou talvez seja uma astúcia que escapou-me). Belda

Deixe uma resposta