Volkswagen vai retomar montagem de chassis de ônibus MAN no México

Publicado em: 13 de dezembro de 2018

Com a nova linha, a fábrica mexicana vai ter uma capacidade de produção quase 15% superior, chegando a 6 mil veículos por ano. Foto: Divulgação

Fabricante prevê inaugurar nova linha de produção na cidade de Querétaro no primeiro trimestre de 2019

JESSICA MARQUES

A Volkswagen Caminhões e Ônibus informou que vai retomar a montagem de chassis MAN no México. Para isso, a fabricante está ampliando a operação no país, com previsão para inaugurar, no primeiro trimestre de 2019, uma nova linha de produção em sua fábrica na cidade de Querétaro.

Segundo a Volkswagen, a nova estrutura servirá para a retomada da montagem de chassis de Ônibus MAN com especificações voltadas ao mercado do país. Ainda como parte desse plano, a empresa também informou que instalou um novo centro logístico e que as vendas de veículos especiais estão aumentando.

“Vamos completar 15 anos no México e esses investimentos demonstram a maturidade de nossa operação no país. Duplicamos nosso volume de produção no último ano, com a modernização da linha já existente e a introdução de novos modelos de caminhões e ônibus VW. Agora é a hora de dar o próximo passo”, afirmou Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus e membro da Diretoria do Grupo TRATON.

Com a nova linha, a fábrica mexicana vai ter uma capacidade de produção quase 15% superior, chegando a 6 mil veículos por ano. A expansão vai representar também a localização dos chassis MAN RR3 e RR5, vindos em kits desmontados da fábrica da MAN na Alemanha. Antes importados, a decisão de retomar a montagem local é uma tática da empresa para melhorar o planejamento.

VEÍCULOS ESPECIAIS

Os chamados veículos especiais, feitos sob medida, já representam uma parcela significativa do volume de produção da fábrica mexicana em um ano de oferta no mercado, segundo a montadora.

“Os principais requerimentos são para transmissão automatizada V-Tronic e inclusão de quinta-roda. Grande parte do volume se destina à Heineken, que adquiriu lote de 547 veículos. E esse know-how no segmento de distribuição de bebidas já rende também recente negociação de 229 caminhões para o Grupo Modelo, da AB InBev.”

Ao todo, a nova linha de montagem vai ocupar uma área de 1.500 metros quadrados dentro do prédio atual da fábrica no México. A estrutura terá cinco postos produtivos, empregando cerca de 15 pessoas em Querétaro.

Localizado no mesmo parque industrial da fábrica, está a cerca de 600 metros de distância, em um armazém exclusivo com 4.200 metros quadrados, para abrigar o estoque de componentes, que antes ficava na área da nova linha.

“As estruturas já contemplam desde sua criação o conceito de flexibilidade de montagem tradicional da Volkswagen Caminhões e Ônibus para responder rapidamente às oscilações do mercado. Vêm equipadas também com modernos equipamentos eletrônicos e pneumáticos para os apertos e controle de torque, garantindo a acuracidade durante todo o processo”, informou a fabricante, em nota.

No primeiro semestre de 2018, a VW passou a produzir a nova família Delivery e o Volksbus 14.190 SCD no México.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta