Nova CNH com chip fica para 2022 e poderá ser usada para pagar ônibus e metrô

Publicado em: 10 de dezembro de 2018

Veículos em São Paulo. Nova CNH poderá ser usada no transporte público. Foto: Adamo Bazani/Diário do Transporte – Clique para Ampliar

Modelo deveria entrar em vigor em janeiro de 2019, mas órgãos estaduais de trânsito ainda não estavam preparados

ADAMO BAZANI

A CNH – Carteira Nacional de Habilitação com chip, que deveria entrar em vigor a partir de 1º de janeiro de 2019, vai ficar para 31 de dezembro de 2022.

O Contran – Conselho Nacional de Trânsito publicou resolução alterando a data porque os Detrans – Departamentos de Trânsito estaduais não estavam preparados para a mudança.

O novo modelo de “carta de motorista” vai parecer com um cartão de crédito e débito de bancos.

O chip vai trazer informações sobre o registro do motorista e sua situação junto aos órgãos de trânsito.

O documento também terá um QR Code (código bidimensional) e verão on line.

O segundo passo é ampliar as funcionalidades da carteira, que poderia se tornar o principal documento das pessoas habilitadas, reunindo RG e CPF, por exemplo.

Depois, a intenção é fazer com que a CNH seja multifuncional, podendo ser usada também para pagamentos de contas como água e luz e de serviços como tarifas de ônibus e metrô.

Modelo vai reunir os principais dados do cidadão

Para isso, os Detrans teriam de formar convênios com fornecedoras de serviços básicos e gestoras de ônibus e de sistemas de trilhos.

Segundo a resolução, a troca será gradativa, a partir de 31 de dezembro de 2022, apenas no momento da renovação ou obtenção da habilitação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Hamilton Lúcio Bitaraes disse:

    Ou seja Mais taxa pra pagar

Deixe uma resposta