Prefeitura de Santo André libera circulação de veículos na região de loja que foi atingida por um ônibus

Via ficou interditada durante toda a quarta-feira. Foto: Adamo Bazani

Proprietário do comércio destruído ainda aguarda contato da empresa para ressarcimento

JESSICA MARQUES / ADAMO BAZANI

A Prefeitura de Santo André, no ABC Paulista, informou ao Diário do Transporte que o tráfego foi liberado para circulação de veículos na região da loja que foi atingida por um ônibus na noite desta terça-feira, 4 de dezembro de 2018.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o trajeto na rua Luís Pinto Flaquer, altura do numero 305, encontra-se normalizado desde às 17h desta quinta-feira, 6 de novembro.

Durante toda esta quarta-feira, 5 de dezembro de 2018, o itinerário dos ônibus foi modificado. Segundo informações da Prefeitura, os veículos subiam a Rua Luís Pinto Fláquer, entrando na Campos Sales à esquerda, depois à direita na Dr. Cesário Mota e à direita na Correia Dias, na contramão, voltando à Luís Pinto Fláquer.

Relembre: Após acidente, ônibus desviam itinerário no centro de Santo André

“O locatário acionou engenheiro e empreiteira para substituir o pilar afetado e reforçar a estrutura. Desta forma, foi aberto ao tráfego de ônibus uma pista, com velocidade reduzida, visto o risco da vibração de passagem dos veículos de provocar queda de partes do andar superior. Neste dia foi desligada a força que passa nos postes em frente ao local do acidente para serem retirados as partes soltas das paredes. Por ser um prédio com muitos anos de construção, sua estrutura é muito frágil”, explicou a Prefeitura, em nota.

O acidente ocorreu por volta das 23h40 da terça-feira, quando o veículo 04-474, da empresa Etursa (Empresa de Transporte Urbano e Rodoviário de Santo André), colidiu com um automóvel e atingiu o muro da loja de produtos ortopédicos Ortopedia Santo André, no centro da cidade.

O ônibus habitualmente é escalado na linha I-05 – Estação Utinga / Vila Rica. Entretanto, a Prefeitura de Santo André informou, em nota, que no momento do acidente o coletivo realizava a linha I-04 sentido Jd. Las Vegas.

“Na ocasião, apenas a motorista e poucos passageiros estavam a bordo”, esclareceu a nota da Prefeitura.

PREJUÍZO

1d0b6f6c-ee5d-40eb-a8f9-de11d5fa5bf9

Valor total do prejuízo ainda não foi estimado. Foto: Adamo Bazani

O funcionário da Ortopedia Santo André, que é neto do fundador da tradicional loja de produtos ortopédicos, Fabio Augusto Massagardi, 38 anos, informou ao Diário do Transporte que o proprietário ainda aguarda contato da Etursa para ressarcimento do prejuízo.

O estabelecimento funciona no mesmo local desde 1956.

“A empresa não se manifestou em nenhum momento. A gente está executando a obra, porque a gente, como loja, precisa trabalhar, ainda mais em uma época dessa do ano”, disse Massagardi.

Até o momento, a administração da loja não conseguiu estimar o valor que será gasto com os reparos dos danos causados pelo acidente envolvendo o ônibus.

“O prejuízo ainda não está calculado porque estamos aguardando colocar a viga para então poder entrar [na loja] e tirar as coisas do lugar. Agora, as vigas de sustentação são provisórias e a gente não pode mexer na loja. Amanhã, virá o rapaz contratado para colocar a viga no lugar e a Defesa Civil vai vir acompanhar os trabalhos. O engenheiro da Prefeitura vai vir avaliar e dizer se não há risco nenhum, só então vamos avaliar o que foi destruído”, contou o funcionário.

A Etursa integra o Consórcio União Santo André. O gerente-geral da Aesa (Associação das Empresas do Sistema de Transporte de Santo André), Luiz Marcondes de Freitas Júnior, informou ao Diário do Transporte que a empresa aguarda a apuração do caso.

“Entendemos que, antes de mais nada, deve ocorrer o pronunciamento das autoridades competentes sobre as condições e eventuais responsabilidades das partes no acidente”, disse Marcondes.

RISCO DE DESABAMENTO

Segundo informações da Prefeitura de Santo André, após o escoramento realizado na loja, não há risco de desabamento da estrutura.

“A situação atual está estável e não apresenta ampliação dos riscos deixando-se iminente a situação de possível queda do andar superior. Nesta sexta-feira (7) será colocado um pilar pré-moldado que irá sustentar o andar superior e então realizada a recomposição da fachada e estabilização da parte superior”, informou a administração municipal, em nota.

26fce9d2-7146-4d50-a2f1-e5333689a08f

Segundo a Prefeitura, não há risco de desabamento da loja. Foto: Adamo Bazani.

Confira a nota da Prefeitura na íntegra sobre o caso:

A Secretaria de Mobilidade Urbana informa que o trajeto na rua Luís Pinto Flaquer, altura do numero 305, encontra-se normalizado desde às 17h desta quinta-feira (6). Portanto, o local está liberado a todos veículos.

Destacamos que o veículo 04-474, da empresa Etursa, operava na linha I-04 sentido Jd. Las Vegas, por volta das 23h40. Na ocasião, apenas a motorista e poucos passageiros estavam a bordo.

De acordo com a Defesa Civil, com a batida do ônibus, um prédio foi danificado na sua parte estrutural. Especificamente um pilar foi cortado pelo impacto, fazendo com que houvesse o risco de cair a parte superior do prédio sobre a calçada, rua e fiação da Eletropaulo.

Foi feito, no dia de ontem, um sistema de escora metálicas para estabilizar o prédio e reduzir o risco de queda da parte superior.

O locatário acionou engenheiro e empreiteira para substituir o pilar afetado e reforçar a estrutura. Desta forma, foi aberto ao tráfego de ônibus uma pista, com velocidade reduzida, visto o risco da vibração de passagem dos veículos de provocar queda de partes do andar superior. Neste dia foi desligada a força que passa nos postes em frente ao local do acidente para serem retirados as partes soltas das paredes. Por ser um prédio com muitos anos de construção, sua estrutura é muito frágil.

Após a retirada dos elementos soltos, colocou-se uma tela de proteção para que qualquer outra parte solta não fosse para a rua e calçadas.

Visto que no acompanhamento das trincas formadas pelo súbito e rompimento do pilar, estas se apresentam estáveis, sem aplicação. A Defesa Civil liberou mais uma das vias para o retorno da cidade ao seu normal, ficando uma das pistas nesse local ainda fechada por causa dos pedestres que por lá possam passar.

A situação atual está estável e não apresenta ampliação dos riscos deixando-se iminente a situação de possível queda do andar superior. Nesta sexta-feira (7) será colocado um pilar pré-moldado que irá sustentar o andar superior e então realizada a recomposição da fachada e estabilização da parte superior.

O local foi interditado e será liberado quando o engenheiro responsável pela reconstrução considerar seguro e emitir um laudo de segurança e estabilidade estrutural. O tempo para tanto depende da realização das obras necessárias. Exceto neste local, todos os demais estão liberados para seu funcionamento normal.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Prefeitura de Santo André libera circulação de veículos na região de loja que foi atingida por um ônibus

  1. Valdir Antônio horacio // 6 de dezembro de 2018 às 19:49 // Responder

    Se fosse proprietário já procurar um advogado por que está empresa não vai pagar mesmo crupo de ronam Maria pintor esta com possesso de uma indosa não pagou até agora

  2. Bom dia moro em santo andre rua Saldanha da Gama jd. das monções este ônibus deve ser da mesma empresa que provocou um acidente aqui deixando três imóveis danificados e até hj não vieram arrumar vergonha inclusive só passam aqui na rua em altíssima velocidade não tem fiscalização e nem lombada por isso acontece essas coisas desagradáveis

1 Trackback / Pingback

  1. Após acidente, ônibus desviam itinerário no centro de Santo André – Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: