66 ônibus voltam a circular em Jundiaí após 5 dias interditados

Foto: portal Tudo com Vc

Veículos pertencentes às três empresas que operam o transporte local estavam proibidos de circular após vistoria técnica do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura de Jundiaí, interior de São Paulo, interditou na última segunda-feira, dia 26 de novembro de 2018, 66 ônibus que operam no transporte coletivo da cidade.

Os ônibus, que estavam em condições precárias, segundo o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), pertencem às empresas Viação Leme, Auto Ônibus Três Irmãos e Viação Jundiaiense, que juntas detém a concessão do transporte público da cidade.

Com uma frota local de 301 ônibus, os 66 veículos interditados (1/5 da frota) transportam diariamente cerca de 120 mil pessoas.

Em setembro as três empresas já haviam sido multadas por problemas nos assentos dos motoristas; alguns veículos estavam com as cadeiras mal afixadas, sem regulagem ou rasgados, segundo a prefeitura.

Por não atenderem às indicações da equipe técnica do Cerest, o órgão da prefeitura lavrou um auto de infração em 19 de novembro com multa de R$ 7,7 mil para cada empresa. Além da multa, a notificação determinava a interdição dos veículos em caso de situação irregular, o que acabou ocorrendo na segunda-feira, dia 26.

A interdição foi suspensa na tarde desta sexta-feira, dia 30 de novembro, após as empresas providenciarem as adequações indicadas, que foram atestadas mediante laudo assinado por um engenheiro de segurança do trabalho contratado por elas. Quanto às multas aplicadas pela prefeitura, há a possibilidade de recurso por parte das viações.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta