Estudantes criam o MobiBus, um ‘Uber de ônibus’ em maratona de inovação da Scania

Equipe ganhou a competição com um modelo de transporte que facilita o deslocamento de passageiros da periferia para a grande São Paulo

JESSICA MARQUES

Um grupo de estudantes criou o MobiBus, uma espécie de “Uber de ônibus” em uma maratona de inovação da Scania, a Inovathon 2018. A equipe ganhou a competição com um modelo de transporte que facilita o deslocamento de passageiros da periferia para a grande São Paulo.

A equipe foi composta por cinco estudantes das cidades de Campinas, no interior de São Paulo, de São Bernardo do Campo, do ABC Paulista, de Brasília e de Taquara, no Rio Grande do Sul.

Segundo informações da Scania, foram 72 horas de maratona de conhecimento até a criação do MobiBus.

A solução criada consiste em um aplicativo onde as pessoas podem chamar um ônibus, de tamanho reduzido, para conectar e integrar áreas mais afastadas da cidade à malha principal do transporte público e alternativos, como bicicletas, por exemplo.

“Na solução apresentada, o ônibus do MobiBus utiliza combustível GNV. A ideia do grupo por optar por este tipo de combustível foi a maior facilidade de adaptação para compostos mais limpos, como o biometano”, informou a Scania, em nota.

Este ano a competição teve 25 finalistas divididos em grupos de cinco pessoas, os quais receberam nomes de bairros paulistanos. A equipe dos vencedores ganhou o nome de “Bela Vista, e havia também “Butantã”, “Jardim Helian”, “Morumbi” e “Casa Verde”.

Segundo informações da Scania, no primeiro dia da competição, todos passaram por um desafio, saindo de um ponto da cidade e utilizando os mais diferentes modais de transporte da cidade de São Paulo e chegando a um mesmo ponto.

Nos outros dias, foram realizadas palestras, bate-papos e apresentação de cases. Entre o dia 26 e o 27, houve a maratona de 24 horas para que os grupos pensassem em uma solução de mobilidade e apresentasse no final do sábado, 27 de outubro.

“A equipe vencedora rodou a cidade a partir da sede do Grupo Tecnowise, parceira da Scania no Inovathon 2018, e se utilizou de ônibus para ir até o metrô Brooklin e chegar à estação Vila Prudente, fazendo baldeação na linha azul. Passeou pelo novo monotrilho do bairro, indo até a estação Oratório e retornando à estação Vila Prudente. Depois, ônibus para a linha vermelha do metrô, parada na Catedral da Sé e Pátio do Colégio até que, por fim, metrô até a Oscar Freire, ponto final da dinâmica na principal cidade do país”, explicou a Scania.

O que fez com que chegassem à solução proposta foi uma série de conversas que fizeram com usuários do transporte: notaram que a grande dificuldade das pessoas não era se locomover pela parte central da cidade, mas sim saírem de locais mais periféricos, com menor acesso a transportes de massa, como trem e metrô.

Além de integrar os transportes, o MobiBus conta com uma moeda própria, onde a cada utilização o valor economizado de dióxido de carbono (CO2) é revertida nessa moeda.

Os estudantes vencedores vão viajar para a Suécia para apresentar a ideia. O Inovathon 2018 também premiou mais um universitário como o “Destaque Individual” da competição, que também vai viajar para a Suécia. O ganhador foi um participante de Brasília, que fazia parte da equipe “Morumbi”.

 “O grupo entendeu a importância do olhar multidisciplinar na mobilidade de uma cidade e trouxe uma ideia aprendida a partir da necessidade do usuário”, disse Patricia Acioli, responsável por Corporate Relations da Scania Latin America, em nota.

O INOVATHON

O Inovathon é uma competição criada pela Scania que reúne universitários de todo o Brasil com o propósito de fomentar a discussão e ampliar o conhecimento sobre o transporte sustentável.

Na primeira edição, em 2016, foi realizada a primeira etapa da maratona de inovação, que reuniu 25 universitários de diversas partes do país para desenvolver um projeto de gerenciamento logístico utilizando os conceitos de conectividade e as tecnologias de monitoramento e direção autônoma. O grupo vencedor era formado por alunos da Universidade Federal do ABC (UFABC), do Centro Universitário Fundação Santo André, Centro Universitário FEI e da Universidade de São Paulo (USP).

Em 2017, o Inovathon viajou pelo Brasil em busca das melhores equipes, passando pelas cinco regiões do país, com etapas em Porto Alegre (RS), Manaus (AM), Brasília (DF) e Fortaleza (CE). A etapa da região sudeste foi realizada na sede da empresa, em São Bernardo do Campo (SP), no ABC Paulista.

Os vencedores de cada região embarcaram para a grande final, realizada no LPC (Logistic Part Center), centro de reposição de peças da Scania para a América Latina, na cidade de Vinhedo, no interior de São Paulo. A grande campeã foi a equipe Norte (Manaus), formada por estudantes da Universidade Federal do Amazonas (UFA), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Centro Universitário do Norte (Uninorte).

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta