BBF também vai possibilitar visita ao Museu do Transporte Público de São Paulo

BBF este ano deve ser maior que a edição passada - Foto Divulgação/Clique para Ampliar

Empresas de ônibus vão oferecer saídas gratuitas para o espaço onde é possível ver ônibus, bondes, viaturas, passes, uniformes, fotos e miniaturas que retratam as diversas fases do maior sistema de transportes do País

ADAMO BAZANI

Além da exposição de quase duas centenas de ônibus antigos e novos, que retratam a evolução do transporte coletivo sobre pneus, a BBF– BusBrasil Fest, com apoio da SPTrans, gerenciadora do sistema da capital paulista e de empresas de ônibus da cidade, vai possibilitar visitações ao Museu do Transporte Público de São Paulo, o Museu Gaetano Ferolla, que fica na zona Norte da capital paulista.

A BBF ocorre na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, na zona Oeste, no dia 25 de novembro, das 10h às 17h, com entrada franca.

Para ter acesso ao passeio para o museu, o participante deve pegar um “passe” no stand da SPTrans.

As vagas são limitadas.

As partidas ocorrem às 12h (em um ônibus da Alfa Rodobus – 35 pessoas), às 14h (em um ônibus da Sambaíba – 35 pessoas) e às 16h (em um ônibus da Tupi Transportes – 35 pessoas).

O transporte e a visita ao museu são gratuitos.

O Museu do Transporte Público guarda relíquias como o primeiro modelo de bonde de tração animal que circulou no Rio de Janeiro, em 1859, e em São Paulo, em 1872, o bonde Camarão, o bonde Gilda, um dos primeiros modelos de trólebus ACF Brill, fabricados entre 1946 e 1948, o primeiro modelo de trólebus nacional dos anos 1960, da Grassi/Villares, o ônibus Mônika, que passou a ser fabricado pela CMTC – Companhia Municipal de Transportes Coletivos em 1968; o primeiro ônibus de dois andares da CMTC, de 1987, conhecido como Fofão, o monobloco executivo O-362 da CMTC, entre outros veículos.

O museu ainda tem cerca de 1.500 fotos e 1.500 livros, além de móveis, objetos e documentos sobre a evolução do transporte urbano, como uniformes, passes, catracas, miniaturas.

“A intenção de promover esse Tour para visita no Museu é mostrar a outra parte da história do transporte coletivo, onde as pessoas poderão conhecer outros veículos, como bondes, trólebus, o ônibus executivo da CMTC e o famoso Fofão, ônibus de dois andares idealizado pelo prefeito Jânio Quadros” – disse um dos organizadores da BBF, Juverci de Melo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. José Luiz Babinsck disse:

    Sou morador do Rio de janeiro, e com certeza estarei aí com maior satisfação, em 1973 eu trabalhei na Viação Nefer e tenho foto do carro 85, que fazia a Linha: Jardim Tremembé x Jardim da Luz,viaJaçanã, abraços.

  2. Clecius Fontes Viana disse:

    Eu me lembro da Viação Nefer, servia os bairros de Vila Mazzei, Vila Nilo e Jardim Tremembé, uma época ela adquiriu uns carros da Striuli, e depois chegaram uns 20 carros monoblocos MB, isto em meados dos anos 70, após dois anos, foi comprada pela Viação Nações Unidas, mas seus monoblocos desapareceram, saudades dessa época !

Deixe uma resposta