Rio de Janeiro tem 177 ônibus destruídos em ataques desde 2016 e prejuízos são de R$ 76 milhões

Veículo foi cercado por bandidos na Estrada da Posse

Na noite de ontem, veículo foi atacado em Bangu, na Zona Oeste

ADAMO BAZANI

Desde 2016, 177 ônibus foram destruídos por criminosos em ataques no Estado do Rio de Janeiro, gerando prejuízos de mais de R$ 76 milhões. Apenas seis destes veículos foram recuperados, o restante, foi para o ferro-velho. Muitos destes ônibus não tinham sequer um ano de uso e valiam entre R$ 320 mil e R$ 700 mil cada.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 08 de novembro de 2018 pela Fetranspor, a federação que representa as empresas de transportes.

Segundo cálculos da entidade, os ataques prejudicaram desde 2016, em torno de 10 milhões de pessoas, considerando que um ônibus incendiado deixa de transportar cerca de 70 mil passageiros em seis meses, tempo necessário para a reposição de um veículo no sistema.

Na noite desta última quarta-feira, 07, mais um ataque causou a destruição de outro ônibus.

O veículo, que fazia a linha 2339 (Castelo x West Shopping), foi cercado por criminosos a Estrada da Posse, em Bangu, Zona Oeste da cidade, que depredaram e atearam fogo.

Imagens divulgadas pelo perfil “baixada faixa de gaza – made in Rio de Janeiro” mostram o início do ataque:

https://www.youtube.com/watch?v=kGGDj8skZrk

Um dos bandidos foi filmando depredando o ônibus

Somente na capital, segundo a Fetranspor, foram 87 ataques desde 2016, dos quais 19 nesta região.

Neste ano, foram 21 ocorrências de destruição de ônibus apenas na capital.

Em nota, a entidade empresarial lamenta mais este ataque e lembra que não há no mercado seguro para este tipo de ocorrência em ônibus.

“É importante lembrar que a inexistência de seguro para esse tipo de sinistro e a crise econômica do setor, que tem feito as empresas perderem gradativamente a capacidade de investimento em renovação da frota, tornam inviável a reposição dos ônibus incendiados.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

2 comentários em Rio de Janeiro tem 177 ônibus destruídos em ataques desde 2016 e prejuízos são de R$ 76 milhões

  1. O Brasil é o país que mais ocorrem atos de vandalismo e incêndios criminosos de ônibus entre outros meios de transporte no mundo, e ninguém, absolutamente ninguém se encontra detido!

    Quando será que o Diário do Transporte, ou outro orgão especializado ira fazer um cadastro destas ocorrências para divulgação para os orgãos e governantes responsáveis?

  2. Não foi em Bangu, foi em Santíssimo, na Estr. dos 7 Riachos a 10 metros da interseção com R. Teixeira Campos e Estr. dos Coqueiros. Era o frescão da Expresso Pégaso (ordem 87889), linha 2339 Castelo – West Shopping. O motivo foi protesto conta ação policial no bairro vizinho de Senador Camará que resultou em 2 mortos

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: