Ministério Público abre investigação preliminar sobre aumento da passagem de ônibus de Juiz de Fora (MG)

A tarifa foi de R$ 3,10 para R$ 3,35 nesta segunda-feira, 5 de novembro de 2018. Foto: Divulgação.

Tarifa foi de R$ 3,10 para R$ 3,35 nesta segunda-feira

JESSICA MARQUES

O Ministério Público de Minas Gerais abriu uma investigação preliminar sobre o aumento da passagem de ônibus municipais de Juiz de Fora.

A tarifa foi de R$ 3,10 para R$ 3,35 nesta segunda-feira, 5 de novembro de 2018. O bilhete único também está com novo valor em vigor, passando de R$ 4,65 para R$ 5,02.

Relembre: Juiz de Fora pode ter aumento na tarifa de ônibus a partir de 5 de novembro

Segundo informações da 13ª Promotoria de Justiça, publicadas pelo G1, o procedimento foi aberto em 31 de outubro, quando foram solicitadas informações para a Prefeitura e para a Astransp, que gerencia o transporte público na cidade.

O prazo para recebimento das respostas é de 10 dias. O Ministério Público de Minas Gerais aguarda as informações para dar prosseguimento ao caso.

Em nota, a Astransp informou que não foi notificada oficialmente, mas “já está se preparando para prestar todas as informações solicitadas pelo mesmo relativas à fórmula paramétrica que promoveu a revisão da tarifa, conforme o edital de licitação do transporte coletivo”.

Em 30 de outubro de 2018, uma planilha justificando o aumento de 8% foi apresentada em audiência pública na Câmara.

O cálculo tarifário para o transporte coletivo da cidade foi apresentado pelo secretário de Transporte e Trânsito, Rodrigo Tortoriello. Em 29 de outubro de 2018, o assunto já havia sido discutido no Conselho Municipal.

Atualmente, o transporte coletivo em Juiz de Fora é operado pelos consórcios Manchester e Via JF, que venceram a última licitação realizada na cidade.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 comentário em Ministério Público abre investigação preliminar sobre aumento da passagem de ônibus de Juiz de Fora (MG)

  1. E uma vergonha , sou estudante pego 4 ônibus todo os dias da semana, serviço e horrível, sem conforto algum , e ainda muitos matam o horário. E uma vergonha o que está empresa faz , em menos de 5 dias foi dado a notícia e aplicado o valor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: