Passagem do transporte público intermunicipal tem reajuste no Ceará

Aumento não se aplica a municípios da Região Metropolitana de Fortaleza. Foto: Amós Mattos

Aumento foi de 6,2% para ônibus e 5,9% para vans, a partir desta quinta-feira

JESSICA MARQUES

Os moradores do Ceará estão pagando mais caro na passagem do transporte público intermunicipal a partir desta quinta-feira, 1º de novembro de 2018. O aumento foi de 6,2% para ônibus e 5,9% para vans, conforme índice homologado pela Arce (Agência Reguladora do Estado do Ceará).

Ao todo, linhas intermunicipais atendidas por cinco empresas de ônibus passaram por reajuste tarifário, assim como itinerários feitos por 23 cooperativas de vans. O aumento na tarifa, porém, não se aplica a municípios da Região Metropolitana de Fortaleza.

Os contratos firmados entre as transportadoras e o Governo do Estado preveem uma alteração anual das tarifas. Desta forma, a aplicação pode ser por meio de reajuste,(considerando os índices inflacionários, ou por revisão, englobando todos os insumos e parâmetros técnicos que repercutem nos custos da prestação dos serviços.

As empresas de ônibus que tiveram aumento no preço da passagem foram a Expresso Guanabara, Via Metro, Princesa dos Inhamuns, Fretcar e São Benedito.

Por sua vez, as cooperativas de vans que passaram pelo reajuste tarifário foram Cootace, Cooptrater, Coopsertão, Cotrece, Coopsolnascente, Coopstar, Cooptranscrat, Coopfornorte, Cootmam, Coopitrace, Cootransvace, Cooprovar, Rota Norte, Cooperita, Cooprecensul, Cootravs, Coopatarc, Crajuá, Cootac, Coopervárzea, Cooperfab, Coopertasc e Cootrape.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: