Eleitores de Manaus relatam demora em ônibus e Prefeitura afirma que operação está com 100% da frota

Mídia local registrou aglomeração em pontos de ônibus e terminais. Foto: Cecília Siqueira / A Crítica

População está com gratuidade garantida no transporte coletivo neste domingo

JESSICA MARQUES

Os eleitores de Manaus, no Amazonas, relataram que os ônibus estão demorando muito neste domingo de eleição, 28 de outubro de 2018. Entretanto, a Prefeitura informa, em nota, que a operação está sendo realizada com 100% da frota.

Os relatos de moradores foram publicados na mídia local, que retratou filas nos terminais e depoimentos de eleitores que esperaram muito por determinadas linhas.

Neste domingo, a população está com gratuidade garantida nos ônibus da cidade. O decreto concedendo a gratuidade foi publicado no Diário Oficial de terça-feira, 16 de outubro de 2018, assinado pelo prefeito de Manaus Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto.

Relembre: Manaus terá gratuidade em ônibus para segundo turno das eleições

Sobre a demora relatada, a Prefeitura informou, em nota, que “a frota corresponde a de um dia útil do transporte coletivo”.

Confira a nota da Prefeitura, na íntegra:

A Prefeitura de Manaus, por meio da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), informa que a frota de ônibus, programada para este domingo, 28/10, 2º turno das Eleições 2018, de 1.250 veículos está nas ruas, a fim de atender os eleitores manauaras. A frota corresponde a de um dia útil do transporte coletivo.

Além disso, 120 agentes de fiscalização estão nas ruas desde às 4h, espalhados nos Terminais de Integração, terminais de bairros e garagens de empresas do transporte coletivo, com o intuito de garantir o melhor fluxo do sistema.

Desde as 11h, houve um reforço na frota ainda, segundo o superintendente da SMTU, Franclides Ribeiro, visto a expectativa de aumento de eleitores em deslocamento para suas zonas eleitorais.  Além disso, 33 ônibus extras, além da frota equivalente a um dia útil, atendem a Ponta Negra, devido à demanda estimada em 40 mil pessoas no local. Os ônibus extras são os das linhas 678, 120, 450, 641, 542 e 126.

Nos terminais de bairro, os ônibus obedecem o quadro de horário para seguir as suas respectivas viagens. Nos terminais 4 e 5, que também funcionam como finais de linha de diversas alimentadoras, fiscais de transporte da SMTU também verificam o cumprimento da frota.

Eventuais veículos parados nas garagens de ônibus são frota de contingência, a chamada frota reserva, disponível para substituir veículos nas ruas que apresentarem problemas mecânicos. Há ainda veículos parados por não mais fazerem parte do sistema.

HISTÓRICO

Em 6 de outubro, a Câmara Municipal de Manaus, em sessão extraordinária, aprovou um projeto de lei encaminhado pela Prefeitura solicitando ônibus gratuitos para o primeiro turno.

O Comitê Estadual de Combate à Corrupção Eleitoral e ao Caixa Dois nas Eleições solicitou que a Prefeitura de Manaus concedesse novamente ônibus gratuitos para o segundo turno das eleições, que ocorrem em 28 de outubro de 2018.

Desta vez, o comitê destacou que o pedido já havia sido realizado no primeiro turno e utilizou o fato como argumento para a solicitação.

Conforme informado pelo comitê, o objetivo da gratuidade é conscientizar o eleitor sobre a importância do voto, além do combate a ilegalidades durante o período eleitoral.

A SMTU (Superintendência Municipal de Transportes Urbanos) informou que, no primeiro turno, foram utilizados 1.264 ônibus municipais para o transporte de eleitores.

Relembre: Câmara de Manaus aprova gratuidade de ônibus nas eleições

A prefeitura havia decidido não oferecer a gratuidade no primeiro turno, acatando recomendação do TRE-AM (Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas) dada em 2017.

Este ano a Casa Civil voltou a consultar o Tribunal, e a prefeitura alega que o órgão demorou a responder. Por causa disso, o PL seguiu para a Câmara em cima da hora. Na resposta encaminhada ao prefeito Arthur Neto, a Corte Eleitoral considerou que a iniciativa é exclusiva do Poder Executivo Municipal.

Mesmo após o recadastramento biométrico transferindo os eleitores para as unidades de votação mais próximas de suas casas, o TRE afirmou não haver qualquer impedimento para o estabelecimento da gratuidade do transporte no dia das eleições.

Após todo o imbróglio, a gratuidade no transporte foi concedida para o primeiro turno das eleições e, nesta terça-feira, 16 de outubro de 2018, foi publicado o decreto que garante ônibus gratuitos no segundo turno.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Deixe uma resposta