Fátima Bezerra x Carlos Eduardo: o que dizem os programas de governo sobre a mobilidade no Rio Grande do Norte

Disputa é entre PT e PDT.

Apenas plano de Carlos Eduardo está disponível no site do TSE

JESSICA MARQUES

A eleição para definir o Governador do Rio Grande do Norte é a única que possui no segundo turno um candidato do PT (Partido dos Trabalhadores).

No primeiro turno, disputaram o cargo os candidatos Brenno Quiroga (Solidariedade), Dário Barbosa (PSTU), Freitas Jr (Rede), Heró Bezerra (PRTB), Professor Carlos Alberto (PSOL) e Robinson Faria (PSD), que tentava a reeleição.

A disputa será entre Fátima Bezerra (PT), que recebeu 46,17% dos votos válidos no primeiro turno, e Carlos Eduardo (PDT), que ficou com 32,45%.

POLÊMICA

Diário do Transporte procurou avaliar o plano de governo de ambos os candidatos para compará-los no que diz respeito à mobilidade, como vem fazendo com outros estados em uma série de reportagens.

Contudo, o plano de governo de Fátima Bezerra não está registrado no TSE (Tribunal Superior eleitoral). No início da campanha, houve uma polêmica envolvendo a candidata, que foi acusada de plagiar o plano de governo com promessas do candidato do PT Wellington Dias ao governo do Piauí, em 2014.

Ao procurar pelo documento, o Diário do Transporte encontrou um arquivo com três páginas sem nenhum texto contendo propostas. A assessoria de imprensa da candidata não está falando sobre o assunto, mas nas redes sociais oficiais de Fátima há a informação que um novo plano está sendo elaborado.

SOBRE OS CANDIDATOS

A candidata que disputa o segundo turno Fátima Bezerra é professora da rede pública na prefeitura de Natal e no governo estadual. É filiada ao PT desde 1981, legenda pela qual iniciou e segue na vida pública. Foi deputada estadual por dois mandatos (1994 e 1998). Em 2002, foi eleita deputada federal, sendo reeleita em 2006 e 2010. Em 2014 elegeu-se senadora.

O candidato Carlos Eduardo, por sua vez, nasceu no Rio de Janeiro e também tem experiência política. Bacharel em direito, tem 59 anos e teve o primeiro cargo eletivo em 1986, quando se tornou deputado estadual. Reelegeu-se depois em 1990, 1994 e 1998. Foi prefeito de Natal por quatro vezes. É primo do ex-governador e senador Garibaldi Alves Filho (MDB-RN).

PROPOSTAS

As propostas do candidato Carlos Eduardo incluem criar um grupo de estudo sobre transportes, de caráter consultivo, aliando seu trabalho ao processo de elaboração de planos regionais de desenvolvimento e apoiar a modernização dos terminais portuários de Natal e Areia Branca.

Carlos Eduardo também pretende apresentar ao Governo Federal plano de interligação da rede ferroviária estadual à ferrovia Transnordestina e fazer gestão da sua implantação, entre outras propostas.

Confira na íntegra o plano para mobilidade do candidato:

rnt.jpg

Jessica Marques para o Diário do Transporte

1 Trackback / Pingback

  1. Fátima Bezerra x Carlos Eduardo: o que dizem os programas de governo sobre a mobilidade no Rio Grande do Norte | Busão de Natal

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: