Produção de ônibus do Grupo TRATON sobe 22% no mundo e melhoria da economia brasileira contribui para resultado

Ônibus e caminhões de pequeno porte estão entre os destaques da Volkswagen no desenvolvimento de modelos elétricos. Foto: Adamo Bazani (Diário do Transporte)/Clique para Ampliar

Ao todo, foram 16.390 veículos de transporte coletivo na somatória dos países onde Volkswagen Caminhões & Ônibus, MAN e Scania atuam

ADAMO BAZANI

O Grupo TRATON, que reúne as marcas RIO (de tecnologia) e as montadoras Volkswagen Caminhões & Ônibus, Scania e MAN, informou que no período de janeiro a setembro deste ano registrou crescimento de 15% na produção de veículos comerciais pesados em todos os países onde atua em relação ao mesmo período de 2017.

Foram fabricados 166.330 caminhões e ônibus de todas as marcas do Grupo.

O crescimento da produção de ônibus foi o que mais se destacou com alta foi de 22%. Em relação ao volume, o Grupo TRATON informa que foram produzidos globalmente entre janeiro e setembro, 16.390 ônibus.

Em nota, o Grupo destaca os efeitos da recuperação da economia brasileira para os resultados positivos em todo o mundo e detalha os números de cada marca.

“Todas as três marcas contribuíram para esse desenvolvimento. O número de veículos entregues aos clientes pela MAN Truck & Bus aumentou em 15%, com 72.040 unidades. O número de caminhões e ônibus vendidos pela Scania subiu para 68.640 veículos, cerca de 7% a mais que no ano anterior. Impulsionada pela melhora na economia brasileira, a demanda de veículos da Volkswagen Caminhões e Ônibus observou um aumento expressivo de aproximadamente 43%, totalizando 27.360 unidades. No total, a TRATON vendeu 145.070 caminhões (+12%) e 16.390 ônibus (+22%).”

O CEO da TRATON AG e membro da Diretoria da Volkswagen AG, Andreas Renschler, disse que apesar dos resultados positivos, no terceiro trimestre, houve uma redução no ritmo de vendas.

“Toda a nossa equipe fez um excelente trabalho nos primeiros nove meses. No entanto, o desempenho em vendas fortíssimo alcançado no primeiro semestre caiu um pouco no terceiro trimestre”.

O Grupo TRATON, que vem substituir a holding Volkswagen Truck & Bus, também diz que tem apostado em parcerias para ampliar a participação global nos segmentos de ônibus e caminhões e para desenvolver novos modelos, em especial, movidos à energia elétrica.

No Brasil, a Volkswagen Caminhões e Ônibus oficializou uma parceria com a Eletra, empresa de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, para desenvolver soluções em eletromobilidade.

A companhia fabrica sistemas para trólebus, ônibus elétricos à bateria, Dual Bus (mais de uma tecnologia elétrica num único veículo) e híbridos.

O documento com o acordo firmado a foi assinado em São Paulo no início de outubro pelo presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, e pela sócia-proprietária da Eletra, Maria Beatriz Setti Braga .

A Eletra participou do desenvolvimento do caminhão e-Delivery, de pequeno porte, totalmente elétrico.

https://diariodotransporte.com.br/2018/10/05/volkswagen-caminhoes-e-onibus-oficializa-parceria-com-a-eletra-para-desenvolver-solucoes-em-eletromobilidade/

Podem surgir novos modelos de ônibus e caminhões elétricos desta parceria.

Na Ásia, as empresas do Grupo TRATON também realizam parcerias como um acordo com a Sinotruk, com o objetivo de estabelecer uma joint venture para o desenvolvimento de um caminhão MAN pesado que vai atender ao mercado chinês.

Ainda no continente, o Grupo TRATON deve atuar em colaboração com a japonesa Hino Motors nos campos de compras e mobilidade elétrica.

Outra parceria destacada é com a Solera, empresa norte-americana de programas de computador. O objetivo será o “desenvolvimento de soluções conjuntas, como gerenciamento de frotas, serviços para os motoristas e soluções digitais em vendas.” – diz o Grupo TRATON, na mesma nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta